Sílicio na resistência ao oídio em jardim clonal e na transpiração de mudas de eucalipto

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-08-27

Orientador

Silva, Magali Ribeiro da
Furtado, Edson Luiz

Coorientador

Pós-graduação

Ciência Florestal - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O trabalho foi composto por dois experimentos, um no jardim clonal, testando a eficiência da aplicação de concentrações de silício na resistência ao oídio, e o outro com a produção de mudas, testando o efeito das concentrações de silício na transpiração. Ambos foram conduzidos na Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da UNESP, no município de Botucatu - SP. O primeiro experimento foi um fatorial 2 x 5 (2 clones e 5 concentrações de silício), totalizando 10 tratamentos. O segundo experimento foi um fatorial 2 x 2 (2 clones e 2 concentrações de silício), totalizando 4 tratamentos. Os clones utilizados são híbridos de Eucalyptus grandis x E. urophylla. As avaliações feitas nas cepas do 1º experimento foram: número de brotações, grau de infecção e severidade do patógeno, sobrevivência e teor de macro e micronutrientes. No 2º experimento as avaliações nas mudas constaram de: teores de macro e micronutrientes, altura, diâmetro, massas seca de folha, caule e raiz, e transpiração. No experimento 1 os resultados mostraram que o número de brotos por cepa não foi influenciado pela aplicação do silício. A incidência da doença durante o período em que a temperatura esteve mais baixa não foi influenciada pelas aplicações de silício, tendo mostrado resultados positivos quando houve aumento da temperatura. A sobrevivência das cepas foi maior quando aplicado o silício independentemente da concentração. Houve um efeito negativo da aplicação de silício sobre a severidade da doença em ambos os clones. Para a maioria dos macro e micronutrientes os teores não tiveram diferença entre clone e concentrações de silício aplicadas, exceto o N e K que apresentaram maiores teores no clone 1, e P e Ca que tiveram menores teores quanto maior a concentração de silício aplicada. Os resultados do experimento 2 mostraram que os teores de macronutrientes foram...

Resumo (inglês)

This study is consisting of 2 experiments the first was made in the clonal garden testing the efficiency of application of silicon concentrations in the resistance powdery mildew and the second, with seedling production testing the effects of silicon concentrations over transpiration. Both of them were conduced at Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) - UNESP located at Botucatu- SP. The first experiment was a factorial 2 x 5 (2 clones and 5 silicon concentrations), adding 10 treatments. The second experiment was a factorial 2 x 2 (2 clones and 2 silicon concentrations), adding 4 treatments. The clones which have been used at the experiment are hybrids of Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla. The assessments that have been done on the strains of the first experiment are: number of buds, infection grade and seriousness of the disease agent, survival and the concentration of macro and micronutrients. On the second experiment, the assessments that have been done on the seedling are: concentration of macro and micronutrients, height, diameter, dry weight of leaves, stalk and root, and transpiration. On the first experiment, the results showed that the number of buds for strain was not affected by the silicon application. The disease occurrence in a lower temperature period was not affected by the silicon applications, and it showed positive results when the temperature got higher. The strains survival was higher when silicon was applied, being the concentrations not influential. There was a negative effect from silicon application over the disease seriousness in both of the clones. The most of macro and micronutrients concentration were not different between clone and silicon concentrations treatments (except for N and K that were higher at clone 1 and P and Ca that were lower as higher was the silicon concentration applied). On experiment 2, the results showed that the macronutrients... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

ROSA, Juliana Asenjo. Sílicio na resistência ao oídio em jardim clonal e na transpiração de mudas de eucalipto. 2010. vii, 70 f. : il. color. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2010.

Itens relacionados

Financiadores