Níveis plasmáticos de vitamina A em recém-nascidos de pré-termo de muito baixo peso e relação com a Displasia Broncopulmonar

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A incidência de displasia broncopulmonar (DBP) é alta em prematuros de muito baixo peso. Dentre os vários fatores implicados em sua patogênese tem-se destacado a deficiência de vitamina A como um importante fator contributivo. O presente estudo teve como objetivo determinar a condição de vitamina A em prematuros de muito baixo peso e avaliar a relação entre os níveis plasmáticos de retinol e a DBP. Após a obtenção do consentimento materno, foram coletadas amostras de sangue materno, do cordão umbilical e do recém-nascido com 3, 14 e 28 dias de vida, para as dosagens do retinol plasmático, que foram efetuadas por cromatografia líquida de alta resolução (HPLC). Foram estudados 34 recém-nascidos com peso de nascimento médio de 1156 g (± 248 g) e idade gestacional mediana de 30 semanas, os quais foram divididos em dois grupos: Sem DBP (n = 24) e Com DBP (n = 10). Nestes grupos analisou-se as características demográficas maternas e dos recém-nascidos, as condições de nascimento, a evolução clínica no período neonatal, os níveis plasmáticos de retinol e a oferta de vitamina A por via enteral e parenteral. Os resultados das variáveis clínicas foram analisados pelos testes t de Student e Mann-Whitney e comparados entre e dentro dos grupos pelo teste de associação de Goodman. Para a análise dos dados da vitamina A utilizou-se os testes de Wilcoxon (para 2 grupos e 2 momentos) e Freedman (para 2 grupos e 4 momentos). A correlação entre as variáveis foi feita pelo coeficiente de correlação de Pearson. O nível de significância foi de 5%. As características maternas e as condições...
The incidence of bronchopulmonary dysplasia (BPD) is high in preterm very low birthweight infants. Multiple factors have been implicated in its pathogenesis, and the deficiency of vitamin A has been described as an important contributing cause. Several studies have shown that premature infants have low vitamin A status at birth and this has been associated with increased risk of developing chronic lung disease, however many trails showed inconsistent effects of vitamin A supplementation on prevention of bronchopulmonary dysplasia. The purpose of this study was to determine vitamin A status in the very low birthweight infants and to evaluate the relationship between plasma retinol levels and BPD. After parental informed consent, the maternal and cord blood samples were obtained at delivery, and peripheral blood of the infants were drawn at day 3, 14 and 28 of life. Plasma retinol content was determined by high performance liquid chromatography. Thirty four infants (1156 g ± 248 mean birthweight and 30weeks median gestation age) were enrolled, and assigned to 2 groups as follows: BPD (n=10), No-BPD (n=24). The maternal and neonatal demographic data, birth condition... (Complete abstract, click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Recem-nascidos - Peso baixo, Preterm, Premature infants

Como citar

RUGOLO JUNIOR, Antonio. Níveis plasmáticos de vitamina A em recém-nascidos de pré-termo de muito baixo peso e relação com a Displasia Broncopulmonar. 2001. 157 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2001.