Avaliação da assistência ao paciente e/ou diabético na Estratégia Saúde da Família

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-02-20

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The Family Health Strategy, the result of the attempt to reorganize the Basic Attention, aims to strengthen the guidelines and principles of the Unique Health System and answer to the real health needs of the users that seek for this care, among them, the patients with hypertension and/or Diabetes Mellitus, diseases that are exponentially growing, becoming a great problem of public health, thus, the necessity of running studies that evaluate the quality of the services that attend this population highlights. By the former exposed this study was developed, presenting a quanti-qualitative approach, focused on the evaluation of the health assistance quality and its relation with the perception of the hypertension and Diabetes Mellitus bearer and the professionals of the family health team. The theoretical referential adopted was the one described by Donabedian and the methodological referential was the Collective Subject Speech to analyze the qualitative data. We evidenced expressive precariousness in the structure of the Family Health Unit regarding human resources, obtaining a medium quality score of 69,4, where 77,7% of the units presented insufficient number of Health Community Agents. We identified fragilities in the caring process, both in the quality of the organizing process, and patient clinical records related to the anamnesis and physical exams, the medium evaluated score was 43,8. However, the patients and health professionals evaluated the caring as satisfactory, despite the related difficulties in the speech of the team regarding the assistance. It was identified a significant positive correlation between the caring process score and the perception of the professionals regarding the USF structure. We noted that the Family Health Strategy is surrounded by fragilities, being necessary a reformulation in the mode of action of the teams that provide assistance to the population, besides, as showed in this study, an adequacy in the ...
A Estratégia Saúde da Família (ESF), fruto da tentativa de reorganização da Atenção Básica, objetiva fortalecer as diretrizes e princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e responder às reais necessidades de saúde dos usuários que buscam esses cuidados, dentre esses, os pacientes portadores de Hipertensão Arterial (HA) e/ou Diabetes Mellitus (DM), doenças que estão crescendo exponencialmente, tornando-se um grande problema de saúde pública, sendo assim, destaca-se a necessidade de realização de estudos que avaliem a qualidade dos serviços de saúde que atendam esta população. A partir do exposto, foi desenvolvido o presente estudo, que apresenta uma abordagem quanti-qualitativa, focada na avaliação da qualidade da assistência à saúde e sua relação com a percepção do portador de HAS e/ou DM e dos profissionais da equipe de saúde da família. O referencial teórico adotado foi o descrito por Donabedian e o referencial metodológico foi o Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) para análise dos dados qualitativos. Evidenciouse expressiva precariedade da estrutura das Unidades de Saúde da Família (USF) em relação aos recursos humanos, obtendo um escore médio de qualidade de 69,4, sendo que 77,7% das unidades apresentavam número insuficiente em relação ao Agente Comunitário de Saúde (ACS). Foram identificadas fragilidades no processo de cuidado, tanto na qualidade do processo de organização, quanto no registro dos prontuários em relação à anamnese e ao exame físico, o escore médio avaliado foi de 43,8. Contudo, os pacientes e os profissionais de saúde avaliaram o cuidado como satisfatório, apesar das dificuldades relatadas no discurso da equipe em relação à assistência. Foi identificada uma correlação positiva significativa entre o escore do processo de cuidado e a percepção dos profissionais em relação à estrutura das USF. Notou-se que a ESF é cercada por fragilidades, sendo necessária ...

Descrição

Palavras-chave

Programa Saúde da Família (Brasil), Família - Saúde e higiene, Diabetes - Tratamento, Hipertensão - Tratamento, Assistencia medico-social - Avaliação, Diabetes

Como citar

CARREGÃ, Karyn. Avaliação da assistência ao paciente e/ou diabético na Estratégia Saúde da Família. 2014. 146 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2014.