Características limnológicas da água, sedimento e efluentes em viveiros de crescimento final do camarão-da-amazônia, Macrobrachium amazonicum, submetidos a diferentes níveis de arraçoamento e tipos de despescas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Grow-out ponds are ecosystems at the first stages of ecological succession. In this research, a limnological study on grow-out ponds of Macrobrachium amazonicum subjected to different feed levels and harvest management was performed. Twelve 0.01 ha earthen ponds were stocked with 20 juveniles.m-2. Prawns fed commercial diet at a rate of 7 to 9% of biomass until 14a. week. Then, each three ponds were fed with 3%, 5% and 7% of prawn biomass. Three other ponds were subjected to selective harvest. After 145 days of stocking, all ponds were drained and harvested. The following water parameters were weekly determined: temperature, dissolved oxygen, oxygen biochemical demand, pH, total alkalinity, electrical conductivity, nitrate-N, nitrite-N, ammonia-N, total nitrogen, soluble orthophosphate, total phosphate, chlorophyll a, chlorophyll b, chlorophyll c, pheophytin, suspended total solids and turbidity. Limnological parameters did not show any temporal pattern. Exchange water and daily feeding slightly affected water quality and effluents. Carbon and nitrogen did not accumulated in water column or soil while phosphate was immobilized or trapped by the mud. Feeding rate and kind of harvest showed low effect on water quality, effluents and none on accumulation of carbon, nitrogen and phosphorus, in the mud. Correlation among water quality parameters are weak or absent. Data suggest that intrinsic characteristics of each pond play a major role on pond ecology
Os viveiros de cultivo semi-intensivo de camarões de água doce são ecossistemas límnicos em fase inicial de sucessão ecológica. Neste trabalho, foi realizado um estudo limnológico de viveiros de cultivo de Macrobrachium amazonicum submetidos a diferentes taxas de arraçoamento e tipos de despescas, visando fornecer subsídios para o entendimento desses ecossistemas e o estabelecimento de um manejo adequado. Doze viveiros com cerca de 0,01 ha foram povoados com 20 juvenis de M. amazonicum.m-2. Os animais foram alimentados com ração extrusada na proporção de 6 a 9% da biomassa até a 14. a semana. Então, os camarões contidos em cada três viveiros foram arraçoados com 3%, 5% e 7% da biomassa dos camarões. Outros três viveiros foram submetidos à despesca mista. Semanalmente, foram determinadas as seguintes variáveis da água: temperatura, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, pH, alcalinidade total, condutividade elétrica, nitrato, nitrito, nitrogênio amoniacal, nitrogênio total, ortofosfato solúvel, fósforo total, clorofila a, clorofila b, clorofila c, feofitina, turbidez e sólidos totais suspensos. Após 145 dias, realizou-se a despesca total em todos os viveiros. Não foi observado nenhum padrão de variação temporal das variáveis limnológicas ao longo do cultivo. Estas foram mais dependentes dos processos biológicos que ocorreram no interior dos viveiros do que da água de renovação. A ração diária teve pouco efeito sobre a qualidade da água dos viveiros do que da água de renovação. A ração diária teve pouco efeito sobre a qualidade da água dos viveiros, efluentes e nenhuma sobre os depósitos de carbono, nitrogênio e fósforo no fundo. De um modo geral, as variáveis limnológicas apresentaram baixa correlação entre si. Possivelmente, as características intrínsecas de cada viveiro tiveram maior efeito sobre a qualidade da água do que...

Descrição

Palavras-chave

Camarão, Limnologia, Viveiros, Água, Camarão de agua doce, Shrimps

Como citar

KEPPELER, Erlei Cassiano. Características limnológicas da água, sedimento e efluentes em viveiros de crescimento final do camarão-da-amazônia, Macrobrachium amazonicum, submetidos a diferentes níveis de arraçoamento e tipos de despescas. 2005. 95 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Centro de Aquicultura, 2005.