Efeito da solução de ácido acetilsalicílico e de ácido acético em fígado de coelhos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-12-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia

Resumo

Objetivo: Analisar os efeitos das soluções de aspirina e de ácido acético, in vivo, em fígado de coelhos sadios, verificando o efeito histolítico e o resultado anatomo-patológico das lesões e eventuais alterações bioquímicas hepáticas. Métodos: Utilizou-se 80 coelhos, divididos em 2 protocolos experimentais (1 e 2), subdivididos em 5 grupos cada, sendo os mesmos submetidos a laparotomia mediana, com injeção de 0,4 ml da solução de aspirina (2,5 e 5,0%), de ácido acético (2,5 e 5,0%) e solução salina; o sacrifício ocorreu apos 24 horas (protocolo1) e 14 dias (protocolo 2); avaliou-se o peso, evolução clinica, dosagens bioquímicas, cavidade abdominal e torácica e microscopia do fígado. Resultados: Não foram observadas alterações na evolução clinica, peso e nas dosagens bioquímicas, apenas elevação da AST e ALT no grupo 24 horas(Protocolo 1). À macroscópica mostrou que nos animais tratados, em ambos os grupos, a presença de lesão hepática localizada na área infiltrada, correspondente a necrose (24 horas) e fibrose (14 dias). Conclusão: Ambas as soluções (aspirina e ácido acético) acarretaram destruição localizada do órgão substituída por fibrose apos 14 dias.
Purpose: In the present work, 2.5% and 5% acetyl salicylic acid solution and acetic acid solutions were tested in vivo. Methods: In all tests control animals were used and given salt solution. 80 male rabbits were employed and randomly distributed among the different experimental groups. Results: When injected in the liver of healthy rabbits (in vivo), both solutions produced localized destruction (coagulative necrosis) of the hepatic parenchyma in 24 hours. After 14 days, these lesions either disappeared or were replaced by mild scars (fibrosis). The lesions were not followed by clinical alterations and the only observed biochemical alteration was an increase in the amount of alanine amino transferase after 24 hours. Conclusion: In vivo, the effects of both concentrations (2.5% and 5%) were the same, although more intense at 5%. The experimental results support the eventual clinical application of the acetyl salicylic acid solution and acetic acid solution in the treatment of liver metastases.

Descrição

Palavras-chave

Carcinoma, Ácido Acetilsalicílico, Ácido Acético, Fígado, In vitro, Coelhos, Carcinoma, Aspirin, Acetic Acid, Liver, In vitro, Rabbits

Como citar

Acta Cirúrgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 19, n. 6, p. 677-686, 2004.