Avaliação do comportamento da temperatura na massa deresíduos com diferentes tempos de disposição no aterro sanitário de Rio Claro - SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The present work investigates solid waste temperature behavior in different depths in two cells in the Rio Claro-SP city’s sanitary landfill. One of the cells is in operation with waste disposal beginning about one year ago. The other one is located in an closed area and contain waste disposed from five to seven years before. Measures were also made in an area that have no disposed waste in order to collect reference values. The data were obtained every fifteen days. The temperature results shows higher values in the operating cell, with maximum 38,1 °C in a depth of 4,0 m. In the closed cell the highest values were 36,3 °C in a depth of 8,5 m. The highest temperature values were obtained in the operating cell due to wider substract availability that indicates a more intense biological degradation activity. With three meters depth, the temperature results were 36,6 °C in the operating cell, 33,8 °C in the closed cell and 24,5 °C in the reference area. Therefore the temperature can be used as a biological activity indicator in sanitary landfills, supporting biogas studies
O presente trabalho investiga o comportamento da temperatura dos resíduos em diferentes profundidades em duas células do aterro sanitário de Rio Claro – SP. Uma das células está localizada próxima à frente de operação e os resíduos possuem tempo de disposição de aproximadamente 1 ano. A outra célula encontra-se em uma área desativada, com resíduos dispostos no período de 5 a 7 anos. Um terceiro ponto de tomada de temperatura localizado em solo sem disposição de resíduos e foi utilizado como referência. As medidas foram realizadas com frequência quinzenal durante 1 ano. As temperaturas foram maiores na célula em operação, com temperatura máxima de 38,1 °C, na profundidade de 4,0 m. Já na célula desativada a temperatura máxima foi de 36,3 °C a uma profundidade de 8,5 m. As temperaturas foram mais elevadas na célula em operação em virtude de maior disponibilidade de substrato, indicando maior atividade biológica de degradação. Na profundidade de 3,0 m a temperatura na célula em operação foi de 36,6 °C, na célula desativada 33,8 °C, e no local sem disposição de resíduos 24,5 °C. Os resultados demonstraram que temperatura pode ser um bom parâmetro indicador de atividade biológica em um aterro sanitário, subsidiando estudos de utilização do biogás

Descrição

Palavras-chave

Resíduos, Temperatura, Resíduos sólidos, Termometro e termometria, Biodegradação, Aterro sanitário - Rio Claro (SP)

Como citar

DE FRANCESCHI, Flávio Roberto Araújo. Avaliação do comportamento da temperatura na massa deresíduos com diferentes tempos de disposição no aterro sanitário de Rio Claro - SP. 2013. 66 f. Trabalho de conclusão de curso (Engenharia Ambiental) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2013.