Avaliação microbiológica de carcaças congeladas de perus adquiridas no comércio varejista

Imagem de Miniatura

Data

2014-02-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

This research aims to evaluate the hygienic and sanitary conditions of frozen carcasses of turkeys, temperated, 63 samples were taken at retail in the northeastern region of São Paulo, brought to the Food Analysis Laboratory of Animal Origin and Water, Jaboticabal, SP, and the samples were submitted to different determinations: populations of mesophilic aerobic bacteria and psychotropics, Staphylococcus spp., coagulase positive Staphylococcus and Staphylococcus aureus enumeration, Most Probable Number (MPN) of total coliforms, thermotolerant coliforms and Escherichia coli, as well as to research and typing bacteria of the genus Salmonella, and identify, in vitro, the most effective antibiotics against the isolated microorganisms. All 63 samples were found according to the microbiological standards established in the RDC 12/2001 ANVISA, on limit 104NMP/g for thermotolerant coliform population. In the 63 samples were not identified Staphylococcus aureus and also microorganisms of the genus Salmonella. The results gave satisfactory sanitary conditions to frozen carcasses of turkey, temperated, sold in outlets in the northeastern region of São Paulo. However, cares must be taken by the consumers to ensure that the products are not exposed to temperatures above refrigeration that allow the multiplication of microorganisms, especially Staphylococcus coagulase positive, although there isn’t population limits for these microorganisms in the current legislation for this product, presented at moderately high populations, constituting a risk if they are kept in conditions of inadequate cooling
Com o objetivo de avaliar as condições higiênicas e sanitárias de carcaças congeladas de perus, temperadas, foram colhidas 63 amostras no comércio varejista da região nordeste do Estado de São Paulo, levadas ao Laboratório de Análise de Alimentos de Origem Animal e Água, Campus de Jaboticabal, SP, e submetidas à determinação do Número Mais Provável (NMP) de coliformes totais, coliformes termotolerantes e Escherichia coli, à quantificação de microrganismos heterotróficos mesófilos, psicrotróficos, Staphylococcus spp., Staphylococcus coagulase positivo e Staphylococcus aureus, e também à pesquisa e tipificação de bactérias do gênero Salmonella, bem como identificar, in vitro, os antimicrobianos mais eficazes contra os microrganismos isolados. Todas as 63 amostras analisadas mostraram-se de acordo com os padrões microbiológicos estabelecidos na RDC 12/2001 da ANVISA, com limite de 104NMP/g para população de coliformes termotolerantes. Em nenhuma das 63 amostras analisadas foi identificado Staphylococcus aureus e também não foram encontrados microrganismos do gênero Salmonella. Os resultados atribuem condições higiênicas e sanitárias satisfatórias às carcaças congeladas de peru, temperadas, comercializadas no varejo da região nordeste do Estado de São Paulo. Entretanto, cuidados devem ser tomados pelo consumidor no sentido de garantir que os produtos não sejam expostos a temperaturas acima da refrigeração que permitam a multiplicação dos microrganismos presentes, especialmente dos Staphylococcus coagulase positivo, que apesar de não serem estabelecidos limites populacionais para estes microrganismos na legislação vigente para este produto, se apresentaram em populações moderadamente elevadas, constituindo risco caso sejam mantidos em condições de refrigeração inadequadas

Descrição

Palavras-chave

Peru (Ave) - Carcaças, Refrigeração, Carne - Inspeção, Salmonella, Estafilococos, Higiene alimentar, Turkeys

Como citar

SILVA, Higor Oliveira. Avaliação microbiológica de carcaças congeladas de perus adquiridas no comércio varejista. 2014. Xi, 54 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2014.