Translation, cultural adaptation to Brazil and validation of the venous leg ulcer quality of life questionnaire (VLU-QoL-Br)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-06-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Médica Brasileira

Resumo

Objetivo:traduzir o instrumento Venous legulcer quality of life questionnaire (VLU-QoL), adaptá-lo culturalmente para o português do Brasil e validá-lo com pacientes do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Métodos:o questionário foi traduzido por um tradutor profissional e por dois dermatologistas especialistas na área de úlceras venosas (UV), sendo reformulado em reunião com os três tradutores. O constructo (VLU-QoL-Br) foi submetido a pré-entrevista com 10 portadores de UV para a adaptação da linguagem. Posteriormente, foi aplicado em pacientes do HC-Unesp, e como teste-reteste para verificação de sua reprodutibilidade. Resultados:foram avaliados 82 pacientes, sendo 56 (68%) do sexo feminino. A idade média foi de 67,3 anos. O questionário foi traduzido, adaptado e aplicado aos pacientes. O constructo apresentou alta consistência interna (alfa= 0,94) e adequada correlação item-total. Quando avaliados os 32 retestes, observou-se correlação intraclasse para concordância de 0,78 (p < 0,01), indicando boa reprodutibilidade do constructo. A análise fatorial confirmatória corroborou as dimensões do questionário original: atividades, psicológico e sintomas. Escores do VLU-QoL-Br se associaram, independentemente, à área total das úlceras e a menor escolaridade dos sujeitos (p < 0,01). Conclusão:a tradução, a adaptação e a validação do questionário VLU-Qol-Br demonstrou boa performance psicométrica, permitindo seu uso clínico no Brasil. É importante avaliar seu desempenho em outras regiões e em diferentes amostras de indivíduos.
Objective:translating the Venous leg ulcer quality of life questionnaire (VLU-QoL), and culturally adapting it to Brazilian Portuguese and validate it with patients at the Hospital das Clínicas of the Botucatu Medical School - Unesp. Methods:the questionnaire was translated by a professional translator and two dermatologists specialized in the area of venous ulcers (VU), reformulated in a meeting of the three translators. The construct (VLU-QoL-Br) was submitted to pre-interviews with ten VU patients for adaptation of the language. Subsequently, it was applied to patients at the HC-Unesp, and for test-retest reliability for verification of its reproducibility. Results:82 patients were evaluated, with 56 (68%) women. The age average was 67.3 years. The questionnaire was translated, adapted and applied to the patients. The construct presented high internal consistency (alpha = 0.94) and adequate item-total correlation. When the 32 retests were evaluated, an intra-class correlation was noted for concordance of 0.78 (p<0.01), indicating good reproducibility of the construct. The confirmatory factor analysis corroborated the dimensions of the original questionnaire: activities, psychologies, and symptoms. VLU-QoL-Br scores were associated, independently, to the total area of the ulcers and a lower education level of the subjects (p<0.01). Conclusion:the translation, adaptation and validation of the VLU-QoL-Br questionnaire were concluded, demonstrating good psychometric performance, and enabling its clinical use in Brazil. It is important to evaluate its performance in other regions and different samples of individuals.

Descrição

Palavras-chave

úlcera da perna, insuficiência venosa, úlcera varicosa, qualidade de vida, estudos de validação, leg ulcer, venous insufficiency, varicose ulcer, quality of life, validation studies

Como citar

Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 60, n. 3, p. 249-254, 2014.