Disponibilidade de nutrientes no solo: decomposição e liberação de compostos orgânicos de resíduos vegetais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-06-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Ciência do Solo

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo principal desta revisão foi reunir informações a respeito da ação de compostos orgânicos produzidos por plantas na disponibilidade de nutrientes nos solos, principalmente sobre os cátions Ca, Mg e K e sobre o ânion fosfato. O sistema de cultivo adotado ocasiona mudanças nas propriedades químicas e físicas do solo, especialmente na disponibilidade de nutrientes e condicionamento físico do solo. Tem-se observado o acúmulo de nutrientes nas camadas superficiais do solo no sistema de semeadura direta, pelo não-revolvimento do solo e pela deposição de resíduos de culturas na superfície. Os ácidos orgânicos provenientes de plantas podem interagir com a fase sólida e ocupar os sítios de adsorção de nutrientes, competindo diretamente com eles e aumentando sua disponibilidade no solo. A adição de resíduos vegetais pode promover, antes da humificação, a elevação do pH, por promover complexação de H e Al com compostos do resíduo vegetal, deixando Ca, Mg e K mais livres em solução, o que pode ocasionar aumento na saturação da CTC por estes cátions de reação básica. Também é normal observar o aumento na disponibilidade de P no solo com a adição de resíduos vegetais, tanto pelo P presente no resíduo como por competição de compostos orgânicos dos resíduos pelos sítios de troca no solo. A persistência dos compostos orgânicos também é fator que tem grande interferência nos processos de sorção/dessorção de cátions e ânions, dependendo da atividade microbiana, da disponibilidade metabólica do substrato carbonado e da sorção aos colóides do solo.

Resumo (inglês)

This review aimed to compile information on the effect of plant-produced organic compounds on soil nutrient availability, especially on the cations Ca, Mg and K, and on the anion phosphate. The tillage system alters the soil chemical and physical properties, especially the nutrient availability and soil physical conditions. Due to the absence of soil plowing and deposition of crop residue on the soil surface, nutrient accumulation has been observed in soil surface layers in the no-till system. Plant organic acids can interact with the soil solid phase and occupy nutrient adsorption sites, and making nutrients more available. The addition of plant residues can promote a soil pH increment prior to humification, by complexing H and Al with plant residue compounds, maintaining more Ca, Mg and K free in solution, which in turn can increase CEC saturation by these basic cations. It is also usual to observe an increment in phosphorus availability following plant residue addition, due to P in the plant residue or the competition of residue-derived organic compounds for soil P adsorption sites. The persistency of organic compounds is also a very crucial factor in the cation and anion sorption/ desorption processes in soil, and is determined by the soil microbial activity, carbon substrate bioavailability and colloid sorption.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Ciência do Solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 3, p. 911-920, 2008.

Itens relacionados

Financiadores