Uso do mulching e sistema de plantio direto no cultivo orgânico de plantas condimentares

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-04-09

Orientador

Bonfim, Filipe Pereira Giardini
Fontanetti, Anastácia

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Horticultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Objetivou-se com essa pesquisa avaliar tipos de cobertura do solo, época de formação e densidade da palhada sobre desempenho agronômico de espécies condimentares e fitossociologia das plantas espontâneas. Para isso, foram realizados dois experimentos distintos na Fazenda Experimental São Manuel, da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Campus de Botucatu -SP. No primeiro experimento objetivou-se avaliar o desempenho produtivo das culturas salsinha (Petroselinum crispum L.) e cebolinha (Allium fistulosum L.) cultivadas em sistema orgânico com diferentes tipos de cobertura do solo, assim como a fitossociologia da comunidade infestante, em dois anos consecutivos, utilizando como tratamentos: palhada de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench.); palhada de milheto (Pennisetum americanum (L.) Leeke); palhada de vegetação espontânea; plástico preto e solo sem cobertura. Já no segundo experimento buscou-se avaliar os efeitos das plantas de cobertura, densidade e época de formação da palhada, na produção e no manejo de plantas espontâneas em sistema de plantio direto orgânico de cebolinha. Esse experimento foi constituído por esquema fatorial 2x7, na qual o primeiro fator foi duas épocas de semeadura das plantas de cobertura (primavera e inverno) e o segundo fator foi a densidade de semeadura por metro linear das culturas de cobertura, sendo: sorgo 10, 20 e 40; milheto 25, 50 e 100 e solo sem cobertura. Avaliou-se das culturas condimentares as características agronômicas como número de folhas, altura média das plantas, diâmetro do pseudocaule para cebolinha, diâmetro do caule para salsinha e massa de matéria fresca da parte aérea; e ao final dos experimentos foi avaliado a fitossociologia da comunidade de plantas espontâneas. Além disso, no segundo experimento, determinou-se a produção de massa de matéria seca das plantas de cobertura e a taxa de decomposição da palhada. No primeiro experimento o uso de cobertura plástica proporcionou melhor desenvolvimento das plantas condimentares comparado ao uso de cobertura com as palhadas de sorgo, milheto e vegetação espontânea. Esses resultados podem estar relacionados a quantidades insuficientes de palhada sobre o solo e à possibilidade de imobilização do nitrogênio pela decomposição da palhada, prejudicando o desenvolvimento das culturas. Já para o segundo experimento os melhores resultados de produtividade da cebolinha foram alcançados quando se utilizou o milheto como cobertura do solo no cultivo de primavera, sendo recomendado seu uso na maior densidade de semeadura (100 sementes/m), porem a elevada produção de palhada obtida no inverno foi prejudicial para a cultura da cebolinha, portanto, recomenda-se densidades de semeadura inferiores às utilizadas nesse estudo. Com relação ao levantamento fitossociológico, em ambos os experimentos realizados todas as coberturas do solo avaliadas foram eficientes na supressão de plantas espontâneas, assim, tanto o uso da cobertura plástica como as palhadas de sorgo e milheto são recomendados para essa finalidade.

Resumo (inglês)

The objective of this research was to evaluate types of soil cover, time of formation and density of straw on agronomic performance of condiment species and phytosociology of spontaneous plants. For this, two different experiments were carried out at the São Manuel Experimental Farm, of the Faculty of Agronomic Sciences - UNESP/Botucatu Campus -SP. In the first experiment, the objective was to evaluate the productive performance of the cultures of parsley (Petroselinum crispum L.) and scallions (Allium fistulosum L.) grown in an organic system with different types of soil cover, as well as the phytosociology of the weed community. Two years of consecutive cultivation were carried out, using as treatments: sorghum straw (Sorghum bicolor (L.) Moench.); millet straw (Pennisetum americanum (L.) Leeke); spontaneous vegetation straw; black plastic and bare ground. In the second experiment, the aim was to evaluate the effects of cover plants, density and time of straw formation, on the production and management of spontaneous plants in a system of organic no-tillage of scallions. This experiment consisted of a 2x7 factorial, in which the first factor was two sowing times of the cover plants (spring and winter) and the second factor was the sowing density per linear meter of the cover crops, being: sorghum 10, 20 and 40; millet 25, 50 and 100 and soil without cover. The agronomic characteristics of the condiment cultures were evaluated: number of leaves, average height of the plants, diameter of the pseudostem for scallions, diameter of the stem for parsley and fresh matter mass of the aerial part; and at the end of the experiments, the phytosociology of the spontaneous plant community was evaluated. In addition, in the second experiment, the dry matter mass production of the cover plants and the straw decomposition rate were determined. In the first experiment, the use of plastic cover provided better development of the condiment plants compared to the use of cover with sorghum straw, millet and spontaneous vegetation. These results may be related to insufficient amounts of straw on the soil and the possibility of nitrogen immobilization by the decomposition of the straw, impairing the development of crops. As for the second experiment, the best productivity results of scallions were achieved when millet was used as soil cover in the spring crop, and its use is recommended at the highest sowing density (100 seeds / m), however the high straw production obtained in winter was harmful to the culture of scallions, therefore, sowing densities lower than those used in this study are recommended. Regarding the phytosociological survey, in both experiments performed, all soil coverings evaluated were efficient in suppressing spontaneous plants, thus, both the use of plastic cover and sorghum and millet straws are recommended for this purpose.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados