Índice de vulnerabilidade às perdas de água (IVuPA): conceitualização e meios de avaliação

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-07-10

Orientador

Manzione, Rodrigo Lilla

Coorientador

Pós-graduação

Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (PROFÁGUA) - FEIS

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

As perdas de água (PA) nos sistemas de abastecimento de água (SAA) representam uma fonte significativa de pressão não apenas para esses sistemas, mas também para outros sistemas produtivos que dependem da água. Essa concepção é abstraída a partir do Nexo Água-Energia-Alimentos. A problemática das PA é complexa e abrangente, e este estudo busca contribuir para uma compreensão holística dessa questão e de suas influências. É importante ressaltar que as PA têm o potencial de comprometer a sustentabilidade dos SAA, o que pode impactar negativamente o cumprimento do ODS 6, bem como outros Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que de alguma maneira estejam associados ao uso da água. Os SAA podem ser vulneráveis às PA devido ao crescimento natural dessas perdas, além do fato de que essas podem gerar pressões na capacidade dos sistemas em gerenciar e reduzir essas perdas, essencialmente por envolverem respostas atenuadoras e não solucionadoras. Essas dificuldades estão diretamente relacionadas às cadeias primordiais de manutenção sistêmica, que incluem a disponibilidade e capacidade de captação de água bruta, a capacidade de conversão de água bruta em água tratada e sua distribuição, bem como a capacidade de converter a água tratada em recursos financeiros para a sustentabilidade do sistema. Para analisar de forma abrangente as interações relacionadas ao serviço de abastecimento de água com níveis de perdas acima do inevitável, utilizou-se o Modelo FPEIR. Esse modelo identificou um total de 32 interações, distribuídas em 5 de pressão; 10 de estado; 9 de impactos; e 8 de respostas. A fim de avaliar a vulnerabilidade às PA dos SAA do Estado de São Paulo, foi desenvolvido o Índice de Vulnerabilidade às Perdas de Água (IVuPA). Esse índice é construído a partir de seis indicadores pré-selecionados, que foram aplicados para analisar as informações disponíveis em 2019. Os municípios foram classificados em diferentes classes de vulnerabilidade. Os resultados indicaram que 1,1% dos municípios é classificado como extremamente vulneráveis, 19,4% muito vulneráveis, 19,8% consideravelmente vulneráveis, 25,1% pouco vulneráveis, 29,9% irrisoriamente vulneráveis e 4,7% não possuem informações disponíveis. Em resumo, este estudo ressalta a relevância das PA nos SAA e suas influências em diferentes sistemas, além do seu originário. Propõe-se uma análise abrangente e um índice de avaliação como ferramentas para compreender e abordar essa problemática complexa. A aplicação dessas ferramentas revela a necessidade de ações efetivas para aumentar a resiliência às PA e promover a sustentabilidade dos SAA e de outros associados.

Resumo (inglês)

Water losses in water supply systems (WSS) represent a significant source of pressure not only for these systems but also for other productive systems that depend on water. This concept is derived from the Water-Energy-Food Nexus. The issue of water losses is complex and comprehensive, and this study aims to contribute to a holistic understanding of this issue and its influences. It is important to emphasize that water losses have the potential to compromise the sustainability of WSS, which can negatively impact the achievement of SDG 6, as well as other Sustainable Development Goals (SDG) that are in some way associated with water use. WSS can be vulnerable to water losses due to the natural growth of these losses, as well as the fact that they can create pressures on the systems' capacity to manage and reduce these losses, mainly because they involve mitigating rather than solving responses. These difficulties are directly related to the primary chains of systemic maintenance, which include the availability and capacity to capture raw water, the capacity to convert raw water into treated water and distribute it, as well as the capacity to convert treated water into financial resources for system sustainability. To comprehensively analyze the interactions related to water supply services with levels of losses above the inevitable, the FPEIR Model was used. This model identified a total of 32 interactions, distributed among 5 of pressure, 10 of state, 9 of impacts, and 8 of responses. In order to assess the vulnerability to water losses in the systems of the state of São Paulo, the Water Loss Vulnerability Index was developed. This index is built based on six preselected indicators, which were applied to analyze the available information in 2019. Municipalities were classified into different vulnerability classes. The results indicated that 1,1% of municipalities is classified extremely vulnerable, 19,4% highly vulnerable, 19.8% considerably vulnerable, 25,1% moderately vulnerable, 29,9% negligibly vulnerable, and 4,7% had no available information. In summary, this study underscores the relevance of water losses in WSS and their influences on different systems, beyond their origin. A comprehensive analysis and an evaluation index are proposed as tools to understand and address this complex issue. The application of these tools reveals the need for effective actions to enhance resilience to water losses and promote the sustainability of WSS and other associated systems

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados

Financiadores