Interferência do volume de pulverização no controle da mancha preta (Guignardia citricarpa kiely) em frutos de laranjeira ‘valência’

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-08-08

Orientador

Raetano, Carlos Gilberto
Ramos, Hamilton Humberto

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Em pomares de citros, o controle químico do agente causal da mancha (ou pinta) preta tem merecido destaque pelo excessivo número de pulverizações, elevando sobremaneira os custos de produção. A busca por melhorias na eficiência das pulverizações e reduções na quantidade dos produtos fitossanitários já tem sido realizada, mas os resultados dessa prática ainda não são consistentes para que possa ser aplicado em escala comercial. Sendo assim, esse trabalho objetivou avaliar a interferência da redução nos volumes de pulverização, no controle da mancha preta em frutos cítricos, bem como o efeito do crescimento dos frutos e da precipitação pluviométrica, sobre a deposição da calda com a aplicação de diferentes volumes. Três experimentos foram conduzidos em pomar comercial com plantas de 16 anos de idade, da variedade Valência e antecedentes comprovados da doença, durante as safras 2005/2006 e 2006/2007. Foram avaliados os depósitos das pulverizações sobre os frutos utilizando-se diferentes volumes de calda (experimento 1), a incidência e severidade da doença em duas épocas distintas (experimento 2), bem como a queda dos frutos do início da maturação até a colheita e a produção (experimento 3). Os tratamentos consistiram de três volumes de calda, 3,5; 4,5 e 8,5 L.planta-1, aplicados pelo turbopulverizador Arbus 2000/Export com ramal especial de bicos, utilizando-se fungicidas e períodos recomendados para o controle da doença, em um total de quatro pulverizações. A quantificação dos depósitos das pulverizações foi por espectrofotometria (íon cobre metálico), após as pulverizações e, da mesma forma, os resíduos ao final dos intervalos entre aplicações. A amostragem dos frutos foi realizada em três alturas (baixo, médio e alto) da planta, na região entre plantas da linha de plantio, com acompanhamento do crescimento dos frutos e...

Resumo (inglês)

The chemical control of Guignardia citricarpa has earned prominence for the high number of sprays, increasing the production costs excessively in citrus orchards. The search for improvements in the spray efficiency and reductions in the amount of agrochemicals, already has been accomplished, but the results of that practice are not still consistent for they be applied in commercial scale. For this, the objetives of the present research was to evaluate the interference of reduction spray volumes in citrus black spot control on fruits, as well as, the fruits growth and rainfall effects, in spray deposition with application of different spray volumes. Three experiments were carried out in commercial citrus orchard with proved antecedents of the disease and plants of sixteen years old of the variety Valencia, in 2005/2006 and 2006/2007 agricultural season. The spray deposition on fruits using different spray volumes (experiment 1), the incidence and severity of the disease in two different times (experiment 2), as well as the fruit drop of the beginning fruit maturation until the harvest and the production (experiment 3), were evaluated. The treatments consisted of three spray volumes: 3,5; 4,5 and 8,5 litres.plant-1, applied by one airblast sprayer (model Arbus 2000/Export) with special manifold of hydraulic nozzles and check treatment (without spray) in the second season. Fungicides and recommended periods for ...(Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

ARAÚJO, Demetrius de. Interferência do volume de pulverização no controle da mancha preta (Guignardia citricarpa kiely) em frutos de laranjeira ‘valência’. 2008. vi, 85 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista , Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2008.

Itens relacionados