Morfometria e uso e ocupação do solo da microbacia do córrego Canela, São José do Rio Preto – SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-12-21

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A expansão das zonas urbanas nas bacias hidrográficas tem um impacto significativo no ciclo hidrológico devido à impermeabilização da área. Isso resulta em um aumento do escoamento superficial, uma redução na infiltração e, por conseguinte, um aumento na vulnerabilidade da região a eventos hidrológicos extremos. O propósito deste estudo é avaliar a vulnerabilidade natural da bacia hidrográfica do Córrego Canela às inundações. Isso é feito por meio da análise de parâmetros morfométricos e do uso e ocupação do solo, visando fornecer subsídios para o planejamento e a gestão do espaço, especialmente considerando que a área está passando por um processo de expansão urbana. A análise morfométrica foi realizada utilizando o software ArcMap 10.3 e imagens de modelo digital de elevação (MDE) coletadas do sistema ALOS PALSAR com resolução espacial de 12,5 metros. Além disso, a análise do uso e ocupação do solo foi conduzida através de classificação e dados disponibilizados no projeto MapBiomas em formato matricial, com uma resolução de pixel de 30 metros, entre os anos de 1985, 1990, 2000, 2010 e 2022. Visto que quatro dos seis parâmetros morfométricos analisados indicam baixa susceptibilidade a enchentes, fica evidente que a microbacia não se configura como uma área naturalmente inundável. No entanto, a análise do uso e ocupação do solo revela um notável crescimento urbano, com um aumento de 72% na área urbanizada entre 1985 e 2022, influenciado pelo significativo crescimento populacional. Assim, as análises realizadas demonstram que a área estudada possui alta suscetibilidade a inundações devido à modificação do uso e ocupação do solo e a impermeabilização da área. Os resultados de índice morfométricos também indicam que a linearidade do canal principal aumenta o risco de enchentes provocados pela urbanização, enquanto a topografia próxima à foz do Córrego Canela acelera o escoamento e gera picos de vazão a jusante, intensificando o risco de inundações nas proximidades do exutório da bacia.
The expansion of urban areas in hydrographic basins has a significant impact on the hydrological cycle due to the impermeabilization of the area. This results in increased surface runoff, reduced infiltration, and, consequently, an increased vulnerability to extreme hydrological events in the region. The purpose of this study is to assess the natural vulnerability of the Canela stream watershed to floods. This is done through the analysis of morphometric parameters and land use, aiming to provide support for spatial planning and management, especially considering that the area is undergoing an urban expansion process. The morphometric analysis was conducted using ArcMap 10.3 software and digital elevation model (DEM) images collected from system ALOS PALSAR with a spatial resolution of 12.5 meters. Furthermore, the analysis of land use and land cover was carried out through classification and data provided by the BioMapas project in raster format, with a pixel resolution of 30 meters, for the years 1985, 1990, 2000, 2010 and 2022. Given that four out of the six morphometric parameters analyzed indicate low susceptibility to floods, it is evident that the microbasin does not qualify as a naturally flood-prone area. However, the analysis of land use and occupation reveals a notable urban growth, with a 72% increase in urbanized areas between 1985 and 2022, influenced by significant population growth. Thus, the conducted analyses demonstrate that the studied area has a high susceptibility to floods due to changes in land use and occupation and area impermeabilization. Morphometric index results also indicate that the linearity of the main channel increases the risk of floods caused by urbanization, while the topography near the mouth of the Canela stream accelerates runoff, generating downstream flow peaks and intensifying the risk of flooding in the vicinity of the basin outlet.

Descrição

Palavras-chave

Sistemas de informações geográficas, Urbanização, Inundações, Geographic information system, Urbanization, Flood

Como citar

ISHIZUKA, Christie Mio. Morfometria e uso e ocupação do solo da microbacia do córrego Canela, São José do Rio Preto - SP. 2023. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) - Faculdade de Engenharia, Universidade Estadual Paulista - Unesp, Ilha Solteira, 2023.