Produção da cultura de alface irrigada com água tratada magneticamente

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-02-21

Orientador

Gabriel Filho, Luís Roberto Almeida
Klar, Antonio Evaldo
Gabriel, Camila Pires Cremasco

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A cultura da alface destaca-se na produção de hortaliças no Brasil. O presente trabalho teve como finalidade avaliar o desenvolvimento da alface quando irrigada com água tratada magneticamente e convencional, em diferentes lâminas de reposição da irrigação baseadas na evapotranspiração da cultura (ETc) O experimento foi conduzido em casa de vegetação localizada no Departamento de Engenharia Rural da UNESP, Faculdade Ciências Agronômicas, Fazenda Experimental Lageado, localizada no município de Botucatu, São Paulo. O delineamento experimental foi casualizado, sendo 5 lâminas de irrigação (25%, 50%, 75%, 100% e 125% da ETc) e dois tipos de água (magnética e convencional), e foram realizadas 4 avaliações ao longo do ciclo e foram utilizadas 5 repetições. Foram conduzidos 2 ciclos da cultura, para comprovação do real efeito da água tratada magneticamente. Para o tratamento magnético da água foi utilizado o equipamento Sylocimol rural da empresa Timol. Foram avaliados o número médio de folhas, massa de matéria fresca e seca da parte aérea, comprimento de raiz, massa de matéria fresca e seca das raízes, taxas de clorofila (a, b e total) e teores de macro e micro nutrientes. Os dados foram submetidos a análise de variância através do teste de Tukey, a 5% de probabilidade. De forma geral, os tratamentos que foram submetidos a irrigação utilizando água magnética apresentaram performance igual ou superior nas avaliações das variáveis, quando comparada aos tratamentos convencionais. O destaque foi para a lâmina de 100% da ETc, que atingiu produção superior de 64% para o peso verde aéreo, assim como foi verificado uma redução nos dias dos tratamentos irrigados com água magnética para atingir a mesma produção de quando irrigada com água convencional. Para os teores de macro e micro nutrientes foi verificado a diferença do efeito positivo da água tratada...

Resumo (inglês)

Lettuce is one of the most relevant kitchen garden crops in Brazil. Current research evaluates the development of lettuce irrigated with magnetically treated water and with conventional water at different irrigation reposition levels based on crop evapotranspiration (ETc). The experiment was conducted in a hothouse of the Department of Rural Engineering of UNESP, Faculty of Agronomical Sciences, on the Lageado Experimental Farm, Botucatu SP Brazil. The randomized design comprised five irrigation levels (25%, 50%, 75%, 100% and 125% of ETc) and two types of water (magnetic and conventional), with 4 evaluation throughout the cycle and 5 repetitions. Two crop cycles were undertaken to prove the true effect of magnetically treated water. Rural apparatus Sylocimol (Timol) was employed for the magnetic treatment of water. Mean number of leaves, mass of fresh and dry matter of the aerial section, root length, mass of fresh and dry matter of roots, chlorophyll rates (a, b and total) and macro and micro nutrient rates were evaluated. Data were analyzed by analysis of variance by Tukey´s test at 5% significance level. As a rule, irrigation treatments with magnetic water had an equal or higher performance in the evaluation of variables when compared to conventional water. The 100%...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

PUTTI, Fernando Ferrari. Produção da cultura de alface irrigada com água tratada magneticamente. 2014. xiii, 108 f. Dissertação (Mestrado)- Universidade Estadual Paulista, Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2014.

Itens relacionados

Financiadores