Rastreabilidade da farinha de carne e ossos bovinos em ovos de poedeiras alimentadas com ingredientes alternativos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo deste trabalho foi detectar traços de farinha de carne e ossos bovinos, em ovos de poedeiras alimentadas com dietas comerciais com inclusão de ingredientes vegetais alternativos e leveduras. A detecção foi feita pela técnica dos isótopos estáveis do carbono e do nitrogênio. Foram utilizadas 384 poedeiras, distribuídas aleatoriamente em oito tratamentos. Os tratamentos consistiram de uma dieta-controle - à base de milho e farelo de soja - e sete dietas com inclusão de farinha de carne e ossos bovinos, acrescidas ou não de outros ingredientes (farelo de trigo, quirera de arroz, farelo de algodão, glúten de milho, levedura de cana e levedura de cerveja). No 35º dia, foram tomados aleatoriamente 24 ovos por tratamento: 12 para análise de ovo e 12 para análise de gema e albúmen, em separado. Após análise isotópica de carbono e nitrogênio, os resultados foram submetidos à análise multivariada de variância. As médias dos pares isotópicos dos ovos, gema e albúmen, em todos os tratamentos, diferiram daquelas do tratamento-controle. A técnica dos isótopos estáveis permite detectar, nos ovos, gema e albúmen, a farinha de carne e ossos bovinos utilizada na dieta de poedeiras, mesmo com a inclusão de outros ingredientes vegetais e leveduras.

Resumo (inglês)

The objective of this work was to detect traces of the bovine meat and bones meal in eggs of laying hens fed on commercial diets including alternative plant ingredients and yeast. The bovine meal detection was performed through carbon and nitrogen stable isotope technique. Three hundred eighty-four laying hens were randomly distributed in eight treatments. Treatments consisted of one control diet - a corn-and-soybean based meal - and seven diets with bovine meat and bone meal, including or not other ingredients (wheat bran, rice, cottonseed meal, corn gluten meal, sugarcane yeast and brewer yeast). At the 35th day, 24 eggs per treatment were randomly collected, 12 for egg analyses and 12 for yolk and albumen analyses. After isotopic analysis of carbon and nitrogen, the results were submitted to multivariate analysis of variance. The average isotopic pairs of egg, yolk and albumen of all treatments differed from those of the control. The stable isotope technique allowed detection of bovine meat and bone meal in eggs, yolk and albumen, produced by laying hens fed on diets with inclusion of plant ingredients and yeast.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Pesquisa Agropecuária Brasileira. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Informação TecnológicaPesquisa Agropecuária Brasileira, v. 44, n. 1, p. 1-7, 2009.

Itens relacionados

Financiadores