A floresta influenciando o urbano na construção de uma cidade sustentável na Amazônia: o caso de Rio Branco-Acre-Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-10-31

Orientador

Mauro, Cláudio Antônio de

Coorientador

Pós-graduação

Geociências e Meio Ambiente - IGCE

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Os métodos de apropriação da natureza estão diretamente vinculados aos modelos de desenvolvimento adotados no planeta terra. Dessacralizada, a natureza passou a ser dominada pela capacidade humana, potencializada pelo antropocentrismo que escolheu a espoliação e a pilhagem como carta de apresentação aos países colonizados. Atualmente o monopólio, o uso de técnicas cada vez mais sofisticadas e a globalização como manifestação de uma das faces do neo liberalismo, tem sido decisivos para laçarem a humanidade diante de uma profunda crise, onde, de um lado se ver diante da necessidade imperativa de crescimento econômico e, de outro, a conseqüente exaustão dos recursos naturais, matéria prima para este crescimento. Neste contexto, pode-se falar, então, de pelo menos quatro grandes correntes do pensamento ambientalista: o neo-positivismo, o ecosófico, o naturalismo dialético e o marxismo. Utiliza-se ainda, o enfoque sistêmico como abordagem geral e inter-disciplinar para fundamentar a metodologia estudo. Assim, fala-se das paisagens urbanas e rurais da Amazônia, levando-se em conta todos os processos físicos, econômicos e sócio - ambientais mais importantes de sua formação, com destaque para os fatos que jogaram papel decisivo na formação da cidade de Rio Branco. Ao identificar-se seu principais problemas, propõe-se saídas que levem em conta procedimentos sustentáveis no planejamento urbano, entre os quais o zoneamento urbano da cidade de Rio Branco.

Resumo (inglês)

The methods of appropriation of the nature directly are tied with the models of development adopted in the planet land. Unsacred, the nature passed to be dominated by the capacity human being increased by the anthropocentrism that chose the spoliation and the looting as letter of introduction to the colonized countries. Currently the monopoly, the use of more sophisticated techniques each time and the globalization as manifestation of one of the faces of the neo-liberalism, has been decisive ahead to lasso the humanity of a deep crisis, where, of a side if to see ahead of the imperative necessity of economic growth e, of another one, the consequent exhaustion of the natural resources, substance cousin for this growth. In this context, it can be spoken, then, of at least four great chains of the threehugger thought: neo-positivism, the ecosofic (ecosófico), the dialectic naturalism and the marxism. It is still used, the systemic approach as general boarding and Inter-to discipline to base the methodology study. Thus, one says of the urban and agricultural landscapes of the Amazônia, taking itself in account all the physical, economic processes and partner - ambient more important of its formation. The facts that had played more important paper in the formation of the city of Rio Branco are object of prominence in the present work. When identifying itself its main problems, consider exits that take in account sustainable procedures in the urban planning, between which the urban zoning of the city of Rio Branco.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

NASCIMENTO, Jairon Alcir Santos do. A floresta influenciando o urbano na construção de uma cidade sustentável na Amazônia: o caso de Rio Branco-Acre-Brasil. 2006. xvii, 157 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2006.

Itens relacionados

Financiadores