Programa de intervenção com a nomeação automática rápida e leitura: estudo piloto

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-02-23

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Objetivos: Este estudo teve por objetivos elaborar um programa de intervenção com a nomeação automática rápida e analisar a significância clínica do desempenho dos sujeitos na pós-testagem e durante a intervenção, aplicada em um estudo piloto Método: O estudo foi desenvolvido em 2 fases, sendo a Fase 1 a elaboração de um programa de intervenção com a nomeação automática rápida e leitura com base nos estudos descritos na literatura e a Fase 2, a análise da significância clínica do desempenho dos sujeitos submetidos e não submetidos ao programa de intervenção aplicado em um estudo piloto. Participaram da Fase 2 deste estudo 30 sujeitos do 3º ao 5º ano do ensino fundamental, com idade de 8 a 12 anos, de ambos os gêneros, com diagnóstico interdisciplinar de transtornos de aprendizagem, dislexia e dificuldades de aprendizagem, divididos em 3 grupos. Grupo I (GI): composto por 10 escolares com diagnóstico interdisciplinar de transtornos de aprendizagem, Grupo II (GII): composto por 10 escolares com diagnóstico interdisciplinar de dislexia e Grupo III (GIII): composto por 10 escolares com diagnóstico interdisciplinar de dificuldades de aprendizagem, subdivididos em 2 grupos, sendo que em cada grupo os escolares foram subdivididos em grupo experimental e grupo controle para melhor análise da significância clínica do estudo piloto. Todos os escolares foram submetidos na pré e pós-testagem à aplicação das provas de habilidades metalinguísticas e de leitura, do protocolo de avaliação da compreensão de leitura e da prova de nomeação automática rápida. A análise estatística foi realizada por meio do Método JT que permitiu verificar se houve mudança positiva ou negativa e significância clínica e por meio do Teste de Postos Sinalizados de Wilcoxon, Teste de McNemar com o intuito de comparar o desempenho entre pré e pós-testagem e do Teste de Kruskal – Waliis e Teste da Razão de Verossimilhança para a comparação dos grupos deste estudo. Resultados: Os resultados mostraram que houve melhora e significância clínica nas provas de habilidades metalinguísticas, como identificação de sílaba e de fonema, final e medial, adição e combinação de sílabas, repetição de não-palavras, leitura de palavras reais e pseudopalavras e em compreensão leitora. Os escolares do GIIe e GIIIe submetidos à intervenção obtiveram melhor desempenho na pós-testagem em comparação com a pré-testagem. O programa mostrou-se eficaz, sendo necessárias apenas algumas mudanças de estímulos observados no estudo piloto realizado. Conclusão: o programa elaborado mostrou-se eficaz e com aplicabilidade, podendo ser utilizado por fonoaudiólogos e fonoaudiólogos educacionais como um instrumento de intervenção baseada em evidência científica que auxilie o desenvolvimento da leitura de escolares com dislexia, dificuldades e transtornos de aprendizagem.

Descrição

Palavras-chave

Leitura, Dislexia, Transtornos de aprendizagem, Dificuldades de aprendizagem

Como citar