Métodos objetivos e subjetivos da avaliação de gatos com fraturas de pelve tratadas conservativamente

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-12-22

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do presente estudo foi avaliar gatos com fraturas pélvicas tratadas conservativamente, com o emprego de métodos objetivos e subjetivos de análise. Foram analisados gatos adultos, sem raça definida, divididos em dois grupos: G1 – 10 gatos com fratura de pelve tratada conservativamente, G2 – 10 gatos clinicamente sadios. Pelo escore visual de claudicação (0-3), 70% dos gatos do G1 não apresentavam claudicação e 30% tinham grau 1. Em 80% destes verificou-se algum grau de dor à palpação da pelve (0-4), sendo três gatos (37,5%) grau 2 e cinco gatos (62,5%) grau 1. Quanto ao questionário de qualidade de vida e presença de dor crônica respondido pelos tutores, 80% dos gatos não tinham, ou tinham dificuldade leve e ocasional, em realizar atividades felinas normais e 20% tinham uma dificuldade leve, mas frequente, em realizá-las. Relativo aos dados objetivos coletados por meio de plataforma de pressão, o G1 apresentou menores valores de percentagem de distribuição de peso e PFV nos membros pélvicos que o G2. Quatro gatos (40%) apresentaram menor distribuição de peso para um dos membros pélvicos em relação ao valor de corte. O G1 apresentou alteração do índice de simetria do PFV dos membros pélvicos em sete gatos (70%). Foi possível concluir que gatos com fraturas pélvicas tratadas conservativamente mostraram uma excelente recuperação em 80% dos casos pela análise subjetiva dos tutores, porém 70% apresentaram alterações pela análise objetiva com base no índice de simetria.
This study aimed to evaluate cats with pelvic fractures treated conservatively using objective and subjective methods. Twenty client-owned cats were divided into two groups: Group 1 – 10 cats with pelvic fractures treated conservatively, and Group 2 – 10 clinically healthy cats. The visual scoring lameness (0-3) showed that 70% of the cats in G1 had no lameness, and 30% had grade 1. Pain on palpation of the pelvis (0-4) was observed in 80% of these cats, with three cats (37.5%) grade 2 and five cats (62.5%) grade 1. The questionnaire for the assessment of the quality of life and presence of chronic pain by the owner indicated that 80% of the cats had no or mild and occasional difficulty performing normal feline activities, and 20% had mild but frequent difficulty performing activities. Regarding the objective data collected using a pressure-sensitive walkway, G1 showed a lower percentage of body weight distribution and PFV in the hind limbs than G2. Four cats (40%) had lower body weight distribution for one of the hind limbs than the cutoff value. G1 had the change PFV symmetry index of the hind limbs in seven cats (70%). In conclusion, cats with pelvic fractures treated conservatively had an excellent outcome in 80% of the cases by subjective analysis of the owners’ questionnaire, but 70% showed changes by the objective analysis based on the symmetry index.

Descrição

Palavras-chave

Locomoção animal, Dor em animais, Questionários, Gatos, Fraturas em animais, Gait analysis, Lameness, Pain

Como citar