Tratamento térmico na manutenção da coloração de lichias

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-03-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Fruticultura

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo do trabalho foi avaliar a influência do tratamento térmico na coloração de frutos de lichia. Os frutos foram tratados por 0; 5; 10; 15; 20 e 25 minutos de imersão em água a 45ºC, embalados em bandejas de poliestireno expandido e filme de policloreto de vinila 0,020mm e armazenados em B.O.D. a 5ºC e 90±5 % de UR. O delineamento experimental foi em esquema inteiramente casualizado, com 6 tempos de armazenamento para as análises de coloração e enzimática, e até atingirem o limite de comercialização para a análise da vida útil, sendo os frutos analisados a cada 3 dias, com 3 repetições e 10 frutos por unidade experimental. Os parâmetros avaliados foram: análise visual do escurecimento, coloração e atividade específica da polifenol oxidase e da peroxidase. Os tratamentos usando 5 e 10 minutos de imersão foram os que apresentaram melhores resultados na manutenção da coloração dos frutos e na diminuição da atividade enzimática.

Resumo (inglês)

The objective of the work was to evaluate the influence of the thermal treatment in the color of lychee fruits. The fruits were treated by 0; 5; 10; 15; 20 and 25 minutes of water immersion at 45ºC, packaged in expanded polystyrene trays and film of polyvinyl chloride 0.020mm, stored in B.O.D. at 5ºC and 90±5 % of UR. The experimental delineation was in a completely randomized scheme, with 6 times of storage for the color and enzymatic analysis, until they reached the limit for the marketing for the analysis of the shelf-life, and the fruits were analyzed every 3 days, with 3 replications and 10 fruits in each experimental unity. The evaluated parameters were: visual analysis of the browning, color and specific activity of the polyphenol oxidase and the peroxidase. The treatments using 5 and 10 minutes of immersion showed the best results in maintaining the color of the fruits and in the reduction of the enzymatic activity.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 32, n. 1, p. 067-073, 2010.

Itens relacionados