Aspectos motivacionais da profissão, Síndrome de Burnout, Suporte Social e Suporte Laboral em líderes evangélicos.

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-05-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente estudo propôs identificar quais os fatores influentes na ocupação de líderes evangélicos, compreendendo as motivações, vantagens e desvantagens do exercício profissional e correlações com saúde mental. A coleta de dados, realizada on-line, através da plataforma do GoogleForms resultou-se na participação de 42 líderes de modo voluntário e anônimo, sendo 45,24% do sexo masculino e 54,76% do sexo feminino, apresentando idade média de 40,5 anos. Para a apresentação desse estudo dividiu-se em dois artigos. O Artigo 1 denominado: “Motivações, vantagens e desvantagens do exercício de líderes evangélicos” apresenta os resultados dos questionários socioedemográfico e de um questionário elaborado exclusivamente para o desenvolvimento da pesquisa. A análise de dados realizou-se a partir de uma classificação sistemática de frases e palavras, retirando as palavras de ligação e inseridas no Word Cloud Generetor. Resultando na elaboração de três nuvens de palavras. Os resultados apresentam uma relação importante da profissão de pastor com o cuidado direto com as pessoas. A palavra “pessoas” apresentou um destaque em relação às outras palavras em duas das nuvens de palavras geradas. O cuidado e a disponibilidade de ajudar as pessoas é um dos motivadores para o desenvolvimento da profissão. As palavras como ingratidão e a sensação de não ser devidamente recompensado foram os fatores mais desmotivadores no desenvolvimento profissional. Compreende-se no entanto, que embora as duas nuvens de palavras apresentem a mesma palavra de importância que é “pessoas” as vantagens do desenvolvimento da profissão está ligada a ação de poder ajudar as pessoas, enquanto que a desvantagem está no fator dessas pessoas que são ajudadas não recompensarem devidamente essa ajuda. Destaca-se a importância do desenvolvimento de uma rede de apoio, e o suporte social adequado para o exercício profissional. O Artigo 2 denominado: Líderes evangélicos no Brasil: correlações entre saúde mental e relações interpessoais” apresenta os resultados da EBB-Escala Brasileira de Burnout, EPSUS – Escala de Percepção Suporte Social e ESUL – Escala de Suporte Laboral. A análise de dados foi realizada através do programa estatístico Bioestat 5.0 e foram consideradas as análises descritivas da amostra e médias dos resultados e suas possíveis correlações, comparando o nível de estresse e avaliar os principais estressores ocupacionais e suas relações com as, suporte social e suporte laboral. Os resultados demonstram que a profissão de pastor é exaustiva e merece um cuidado e atenção especial para o desenvolvimento de mais pesquisas sobre essa temática, incluindo as relações familiares na profissão.
This study proposed to identify which factors influence the occupation of evangelical leaders, understanding the motivations, advantages, and disadvantages of professional practice and correlations with mental health. Data collection, carried out online, through the GoogleForms platform resulted in the participation of 42 leaders voluntarily and anonymously, 45.24% male and 54.76% female, with an average age of 40.5 years. For the presentation of this study, it was divided into two articles. Article 1 entitled: “Motivations, advantages, and disadvantages of the exercise of evangelical leaders” presents the results of the socio-demographic questionnaires and a questionnaire designed exclusively for the development of the research. Data analysis was carried out from a systematic classification of phrases and words, removing the linking words and inserted in the Word Cloud Generator. Resulting in the elaboration of three-word clouds. The results show an important relationship between the profession of pastor and direct care for people. The word “people” featured prominently over the other words in two of the generated word clouds. The care and willingness to help people are some of the motivators for the development of the profession. Words like ingratitude and the feeling of not being properly rewarded were the most demotivating factors in professional development. It is understood, however, that although the two word clouds have the same word of importance which is "people", the advantages of developing the profession are linked to the action of being able to help people, while the disadvantage is in the factor of those people who they are helped not to properly reward that help. The importance of developing a support network and adequate social support for professional practice is highlighted. Article 2 entitled: Evangelical leaders in Brazil: correlations between mental health and interpersonal relationships” presents the results of the EBB-Brazilian Burnout Scale, EPSUS – Social Support Perception Scale, and ESUL – Labor Support Scale. Data analysis was performed using the Bioestat 5.0 statistical program and descriptive analysis of the sample and averages of the results and their possible correlations were considered, comparing the level of stress and evaluating the main occupational stressors and their relationships with social support and support labor. The results demonstrate that the profession of pastor is exhaustive and deserves special care and attention for the development of more research on this theme, including family relationships in the profession.

Descrição

Palavras-chave

Pastores (as) evangélicos, Líderes evangélicos, Estresse ocupacional, Suporte social, Suporte familiar, Suporte laboral, Evangelical pastors, Evangelical leaders

Como citar