Aspectos metodológicos para análise de depósitos de pulverizações pela determinação dos depósitos pontuais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-03-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Objetivou-se com este trabalho avaliar a variabilidade dos depósitos de traçadores, simulando herbicidas aplicados em pós-emergência, em populações de Brachiaria plantaginea e Commelina benghalensis infestantes da cultura da soja. Os depósitos dos traçadores foram também avaliados em plantas da cultura, utilizando-se o pulverizador de barra tratorizado, com pontas de jato plano da série 110-SF-03, aplicando o volume de 250 L ha-1 de calda preparada com 0,18% de corante Azul Brilhante e 0,18% de Amarelo Saturn Yellow. Os alvos naturais utilizados foram: plantas de soja com 150 repetições; B. plantaginea no estádio de duas a oito folhas, coletadas na linha da cultura com 141 repetições; e B. plantaginea e C. benghalensis nas entrelinhas, com 150 e 50 repetições, respectivamente. Os alvos artificiais foram constituídos por lâminas distribuídas a 0, 12,2 e 22,5 cm da linha da cultura. Após a aplicação, os alvos foram coletados individualmente e lavados com 30, 20 e 15 mL de água deionizada, para soja, lâminas e plantas daninhas, respectivamente. Estas originaram as amostras analisadas em espectrofotômetro, estimando-se o depósito de calda em µL por planta e µL cm² de área foliar. Foram ajustadas curvas de regressão entre os depósitos unitários e as freqüências acumuladas, utilizando-se o modelo de Gompertz. As relações entre os depósitos máximos e mínimos foram de 7, 4, 10 e 6 para soja, C. benghalensis e B. plantaginea na linha e na entrelinha, respectivamente. As plantas de B. plantaginea da entrelinha receberam, em média, 34% a mais de depósito do que as plantas da linha.

Resumo (inglês)

The objective of this research was to study the variability of individual tracer deposits (simulating herbicides applied in post-emergence) on Brachiaria plantaginea and Commelina benghalensis infesting soybeans crop. The tracer deposits were evaluated also on the crop. A boom sprayer was used, equipped with 110-SF-03 nozzles and 250 L ha-1 of a solution was applied containing 0.18% of each of the following dyes: FDC-1 and Satur-Yellow; 150 soybean plants; 141 and 150 Brachiaria plantaginea plants were used as targets located in the rows and between the rows of the crop, respectively; 50 Commelina benghalensis plants located between the rows and 125 glass plates of 19.76 cm² (25 in the rows; 50 and 50 at 12.25 cm and 22.5 from the rows). The spray deposits (mL per plant or plate and mL cm-2) were individually estimated in each of the 566 targets by washing them in de-ionized water and measuring the concentration of dye FDC-1 in the solutions by spectrophotometry. The results for each target type and position were expressed in an increasing order and associated to accumulated frequencies from 0 to 100%. Regression analysis was performed according to the Gompertz model and using the individual deposits and the accumulated frequencies as independent and dependent variables, respectively. The values for ratio maximum deposit/minimum deposit were 7, 4, 10 and 6 for soybean, Commelina benghalensis and Bachiaria plantaginea in the rows and between the rows, respectively. The average deposits were 34% superior in the plants of Brachiaria plantaginea located in the rows, compared to the plants between the rows.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 25, n. 1, p. 195-202, 2007.

Itens relacionados

Financiadores