Aspectos clínicos e radiográficos da coluna cervical de bezerros submetidos a Prova do Laço

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-07-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A modalidade de rodeio denominada Prova do Laço de Bezerro tem sido questionada sobre a ocorrência de possíveis lesões nas vértebras cervicais ocasionadas pela tração da corda no pescoço dos bezerros. Neste trabalho avaliou-se 15 bezerros mestiços, machos ou fêmeas, entre cinco e seis meses de idade experimentalmente submetidos a prova do laço. Os animais foram laçados três vezes por semana, em dias alternados, durante cinco semanas, somando o total geral de 225 laçadas. A prova experimental foi realizada de forma semelhante à prova oficial, pelo mesmo cavaleiro profissional da modalidade. Os bezerros foram avaliados mediante exame clínico geral e neurológico ao início da primeira, durante a terceira e ao término da quinta semana experimental. Radiografias simples e contrastadas das vértebras cervicais foram efetuadas ao início da primeira e ao término da quinta semana de experimento. Os métodos de laçadas foram acompanhados e classificados qualitativamente em fortes ou fracos. Não foram encontradas alterações clínicas e radiográficas nos animais durante o experimento. O rigor da laçada foi considerado forte em 77% dos casos. O fato de não terem sido encontradas alterações clínicas e radiográficas indicam que a ocorrência de lesões cervicais em bezerros submetidos a prova de laço não é tão alta como o propalado, entretanto, trata-se de procedimento rude e agressivo. Número mais expressivo de experimentos semelhantes a este deverá ser conduzido tanto sob condições controladas como em provas reais para confirmar os dados da presente pesquisa.
The modality of roundup Calf Roping has been questioned on the occurrence of possible injuries in the cervical vertebrae caused by the rope tension in calfs neck. In this work 15 calves, male or female, ages varying from five and six months experimentally submitted to calf roping were evaluated. The procedure was carried through three times per week, in alternated days, during five weeks, adding the total of 225 lassoed. The experimental test was carried through of similar form to the official test, for the same professional knight of the modality. The calves had been evaluated by means of general and neurological clinical examination to the beginning of the first one, during third and to the ending of the fifth experimental week. Simple and contrasted x-rays of the cervical vertebrae had been made to the beginning of the first one and the ending of the fifth week of experiment. The lassoed methods had been observed and classified qualitatively in weak or strong. Clinical and radiographic alterations in the animais during the experiment had not been found. The severity of the lassoed was considered strong in 77% of the cases. The fact not to have been found clinical and radiographic abnormalities indicates that the occurrence of cervical injuries in calves submitted to calf roping is not as high as divulged, however, is about aggressive and rude procedure. Similar experiments must be made in such a way to be lead under controlled conditions as in real tests to confirm the data of the present research.

Descrição

Palavras-chave

Bezerro, Mielografia, Neurologia clínica, Traumatismo, Calves, Clinical neurology, Myelography

Como citar

ALBERNAZ, Raquel Mincarelli. Aspectos clínicos e radiográficos da coluna cervical de bezerros submetidos a Prova do Laço. 2006. x, 38 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2006.