Avaliação da maturidade pulmonar de cordeiros nascidos a termo e prematuros pela análise citológica, Test de Clements e contagem de corpos lamelares do líquido amniótico

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-08-13

Orientador

Feitosa, Francisco Leydson Formiga

Coorientador

Pós-graduação

Ciência Animal - FMVA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The aim of this study was to determine pulmonary and fetal maturity of lambs by means of cytological tests using Nile Blue and Hematoxilin-Shorr staining, Clements' test and amniotic fluid lamellar body count. Amniotic fluid samples were collected from 24 sheep in order to evaluate pulmonary and fetal maturity of their 32 lambs, which were divided into three groups: Normal group included 10 lambs born at term, after 145 days of gestation; Caesarean group included 11 lambs delivered by caesarean section, after 138 days of gestation; and Caesarean+Dexamethasone group included 11 lambs born from sheep submitted to caesarean section, after 138 days of gestation, and dexamethasone 16 mg/animal (IM) administration two days prior to the surgical procedure.. A significant difference was observed between Normal and Caesarean+Dexametasone groups using Nile Blue staining. However, this technique was not effective. Hematoxilin-Shorr staining was reliable and it was possible to verify that the Normal group differed statistically from the group submitted to Caesarean+Dexamethasone. In Clements' test, aiming to observe the presence of surfactant, which is characterized by the formation of bubble rings, approximately 20% of animals in the Normal group presented pulmonary maturity. However, the Caesarean group showed the least amount of bubbles (9.1%). The Caesarean+Dexamethasone group showed higher percentage of animals with pulmonary maturity (36.4%) when compared to the Normal and Caesarean groups The lamellar bodies were then measured to verify their size, which varied between 0.019 and 0.590 micrometers

Resumo (português)

O objetivo deste estudo foi avaliar a maturidade pulmonar de cordeiros, por meio do teste de Clements, da análise citológica pela coloração de Azul de Nilo e Shorr, e da contagem de corpos lamelares no líquido amniótico de ovelhas. Para tanto, foram utilizados 56 animais (24 ovelhas e 32 cordeiros), divididos em três grupos, a saber : Grupo I: constituído por oito ovelhas, com gestação em torno de 145 dias, e por 10 cordeiros nascidos de partos normais; grupo II: composto por oito ovelhas, com 138 dias de gestação, e por onze cordeiros nascidos de cesarianas; e, grupo III : constituído por oito ovelhas com 138 dias de gestação e que receberam 16mg/ovelha de dexametasona, por via intramuscular, 36 horas antes da cirurgia eletiva, e por 11 cordeiros delas nascidos. Na coloração de azul de Nilo observou-se diferença significativa entre os grupos I e III, porém esta técnica não foi satisfatória. Entretanto, a citologia utilizando a coloração de Hematoxilina-Shorr mostrou-se confiável, onde o grupo I diferiu estatisticamente do grupo III. Cerca de 20% dos cordeiros do grupo I possuíam maturidade pulmonar pelo teste de Clements. Contudo, o grupo II foi o que apresentou menor quantidade de bolhas (9,1%). O grupo III teve maior porcentagem de animais com maturidade pulmonar (36,4%), quando comparados aos grupos I e II. Os corpos lamenares apresentavam tamanhos variando entre 0,019 a 0,590 micrometros. A avaliação da maturidade pulmonar e fetal na neonatologia veterinária visa determinar o nascimento de paciente com alto risco, bem como o imediato estabelecimento de terapia de suporte ao recém-nascido, minimizando possíveis complicações e melhorando as taxas de sobrevivência

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SOUZA, Natália Cristina de. Avaliação da maturidade pulmonar de cordeiros nascidos a termo e prematuros pela análise citológica, Test de Clements e contagem de corpos lamelares do líquido amniótico. 2014. 108 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária, 2014.