Análise da qualidade de vida de idosos com déficit de autocuidado através da capacitação de cuidadores informais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-02-18

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A população idosa do Brasil vem crescendo consideravelmente, sendo que essa transição epidemiológica apresenta, cada vez mais, um quadro de sobrevivência de idosos na dependência de seus familiares. No entanto, acreditase que a elaboração de um programa de capacitação poderia contribuir para uma melhor organização dos serviços prestados por estes indivíduos, promovendo assim, a qualidade de vida dos idosos. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito de um Programa de Capacitação para Cuidadores Informais na qualidade de vida de idosos com déficit de autocuidado, através da aplicação do questionário de qualidade de vida SF-36. Inicialmente, foram realizadas visitas domiciliares nas residências de 15 idosos com déficit de autocuidado e aplicado o questionário SF-36. Posteriormente, realizou-se um programa de capacitação com características multiprofissionais para os cuidadores destes idosos. Após 02 meses da realização do programa de capacitação, aplicou-se novamente o questionário SF-36 a fim de verificar a eficácia do programa de capacitação na qualidade de vida destes idosos. Em média nota-se um aumento significativo dos escores relacionados ao domínio “saúde mental” e uma diminuição significativa dos escores relacionados ao domínio “limitações por aspectos físicos”. Observa-se também, que 62% dos idosos referiram um aumento dos escores relacionado ao domínio “vitalidade” e 69% referiram aumento dos escores relacionado ao domínio “saúde mental”. Deve ser incentivada a formação de grupos de cuidadores informais, conduzido por profissionais da área de saúde, com o objetivo de fomentar o conhecimento, trocar experiências e discutir melhor as estratégias inerentes ao ato de cuidar.
The elderly population in Brazil has considerably been growing, and this epidemiological transition has increasingly presented scenery where these elderly people are living under the responsibility of their relatives. However, it is believed that the development of a training program could contribute to a better organization of the services provided by these caregivers, promoting quality of life for seniors this way. The aim of this study is to evaluate the effect of a Training Program for Informal Caregivers on the quality of life of elderly people which presented a lack of self-care, by applying a quality of life questionnaire SF- 36. Initially, there were home visits in 15 elderly patients with deficit of self-care and applied the questionnaire SF-36. Later, it was developed a multiprofessional features training program with the caregivers for these elderly. After 02 months of completing the training program the questionnaire SF-36 was applied again to verify the effectiveness of the program of training on the quality of life of these elderly. On average it is noticed a significant increase of scores related to the mental health and a significant decrease of scores related to the field limitations on physical aspects. It is also noticed that 62% of seniors reported an increase in scores related to the field vitality and 69% reported an increase of scores related to “mental health” field. The formation of informal groups of caregivers should be encouraged, led by professionals from health area, aiming at the promotion of knowledge, exchange experiences and discuss the best inherent strategies in the act of caring.

Descrição

Palavras-chave

Saúde do idoso, Saúde coletiva, Idoso - Cuidados domiciliares, Elderly, Quality of life

Como citar

ROCHA JÚNIOR, Paulo Roberto. Análise da qualidade de vida de idosos com déficit de autocuidado através da capacitação de cuidadores informais. 2009. 108 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2009.