Quem mexeu no meu texto? observações sobre literatura e sua adaptação para outros suportes textuais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

The development in recent years of different media formats has boosted the consumption of narratives, generating a ‘narrative hunger’. Audiences have increasingly looked forward to absorb new and old narratives, and ‘adaptation’ has become a key operational concept to describe processes involved in the transformation of texts. Thus, our discussion will be centered around a few theoretical propositions on adaptation and appropriation in various textual architectures. Although relevant to the debate, literary canonical texts will not be the primary focus. Non-canonical texts will be used to re-visit concepts such as narrativization, intertextuality and transmediality and also to elaborate some ideas on interactivity and multimedia crossover.
O conceito de “adaptação” tem sido moeda corrente na circulação teórica associada a textos não canônicos, em especial ao binômio literatura/cinema. Este trabalho pretende rediscutir alguns aspectos relativos à relevância e operacionalidade desse conceito para os estudos comparados de estruturas narrativas em diversos suportes, tais como textos literários em suporte convencional, narrativas gráficas, narrativas cinematográficas e narrativas lúdicas interativas.

Descrição

Palavras-chave

adaptação, cinema, narratologia, narrativas não canônicas, transmidialidade, adaptation, cinema, transmedial narratology, noncanonic narratives

Como citar

Revista Brasileira de Literatura Comparada, v. 16, p. 145-155, 2010.