Resposta do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) à adubação nitrogenada de cobertura em dois sistemas de manejo de solo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2003

Orientador

Lemos, Leandro Borges

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Agricultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Dada a importância da cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) na constituição da alimentação básica da população nacional desenvolveu-se um trabalho de pesquisa na Fazenda Experimental Lageado, pertencente FCA/UNESP, campus de Botucatu - SP, com o objetivo de avaliar a resposta à adubação nitrogenada em cobertura no período da seca em dois sistemas de manejo de solo. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas foram representadas por sistemas de manejo de solo: preparo convencional do solo e plantio direto. Já as subparcelas foram formadas por doses de adubação nitrogenada em cobertura: (0, 40, 80, 120 e 160 kg ha-1 de N), utilizando-se como fonte a uréia. Utilizou-se a cultivar Pérola, semeada no espaçamento de 0,45 metros em sucessão a aveia preta (semeadura de outono) e ao milheto (semeadura de primavera), durante o ano agrícola 2002/2003. Conclui-se que o sistema de plantio direto promoveu elevada cobertura do solo para a aveia preta e milheto, e proporcionou maior teor de nitrogênio na parte aérea para a cultura do milheto. Os sistemas de manejo de solo não influenciaram na produtividade de grãos do feijoeiro. As doses de nitrogênio em cobertura interferiram em diversas características produtivas do feijoeiro, sendo que a produtividade máxima de 1.870 kg ha-1 foi obtida com a dose de 78 kg ha-1 de N em cobertura. A qualidade fisiológica das sementes foi influenciada positivamente pelas doses de nitrogênio, como também o teor de proteína bruta, sendo encontrada interação manejo de solo x doses de N no tempo para cozimento.

Resumo (inglês)

Because of the importance of common bean crop (Phaseolus vulgaris L.) on Brazilian basic feeding, a research was carried out on the Experimental Lageado farm, which belongs to FCA/UNESP, campus of Botucatu - SP. It had the objective of evaluating the response to nitrogen topdressing in dry season period in two soil tillage systems. The experimental design used was the randomized blocks in split-plot design, with four replications. The parcels were represented by systems of soil tillage: conventional soil tillage and no-tillage. The subdivision of the parcels was constituted by doses of nitrogen topdressing: (0, 40, 80, 120 and 160 kg ha-1 of N). Urea was the source of nitrogen used. The cultivar used was Pérola and it was sowed in the spacing of 0,45 meters in succession to black oat (fall sowing) and to pearl millet (spring sowing), during the years of 2002/2003. It can be concluded that no-tillage promoted a higher percentage of covering of the soil for black oat and pearl millet and promoted a higher nitrogen content in shoot for pearl millet crop. The soil tillage systems didn't influence at the grain productivity of the common bean. The doses of nitrogen topdressing interfered in several productivity characteristics of the common bean, and presented the maximum productivity of 1.870 kg ha-1 was obtained with the N dose of 78 kg ha-1. The physiologic quality of the seeds has been influenced positive by the doses of nitrogen, as well as the protein content, being found interaction soil tillage x doses at the cooking time.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

FARINELLI, Rogério. Resposta do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) à adubação nitrogenada de cobertura em dois sistemas de manejo de solo. 2003. vii, 75 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2003.

Itens relacionados

Financiadores