Efeito do aumento da concentração de dióxido de carbono do ar sobre a mancha foliar causada por cylindrocladium candelabrum em mudas de eucalyptus urophylla

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-06-11

Orientador

Ghini, Raquel

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A concentração de CO2 na atmosfera vem aumentando significativamente desde a Revolução Industrial. Devido aos potenciais impactos da elevação do CO2 do ar sobre os diversos patossistemas, foram realizados ensaios em ambiente controlado para verificar os efeitos da elevação da concentração de CO2 do ar sobre Cylindrocladium candelabrum em folhas destacadas e mudas de Eucalyptus urophylla. Em três ensaios, folhas destacadas foram acondicionadas em bandejas plásticas com espuma umedecida, com concentração de 607 ± 86, 705 ± 105, 855 ± 152 e 1101 ± 305 μmol mol-1 de CO2 do ar, pulverizadas com conídios do patógeno (2 × 105 conídios mL-1) e mantidas a 28 ± 1,7 oC e fotoperíodo de 12 h por 21 dias. Foram avaliadas a severidade da mancha foliar e a esporulação do patógeno. Em dois ensaios com mudas de eucalipto, as mudas foram cultivadas em tubetes, mantidas em caixas plásticas contendo vermiculita no fundo e mantidas nas concentrações de 451 ± 35 (controle), 645 ± 118, 904 ± 116, 1147 ± 216 μmol mol-1 de CO2 por 30 dias para aclimatação. Após este período, as mudas foram pulverizadas com conídios do patógeno e mantidas sob as mesmas condições anteriores por seis dias. Foram avaliadas a incidência de folhas lesionadas, a severidade da mancha foliar e o número de folhas contendo esporos do patógeno. A altura das mudas, o diâmetro do caule e o peso da matéria seca da parte aérea e da raiz também foram avaliados. Nos ensaios com folhas destacadas, o aumento da concentração de CO2 do ar não teve efeito sobre a severidade da mancha foliar e esporulação do patógeno. Nas mudas, a elevação da concentração de CO2 do ar diminuiu a incidência de folhas lesionadas, a severidade da doença e o número de folhas contendo 2 esporos do patógeno quando comparados ao controle. Nas variáveis de...

Resumo (inglês)

The concentration of CO2 in the atmosphere has been increasing significantly since the Industrial Revolution. Because of the potential impacts of the increase in CO2 from the air on the various pathosystems, assays were carried out in a controlled environment to check the effects of elevation of the concentration of CO2 from the air on Cylindrocladium candelabrum in detached leaves and seedlings of Eucalyptus urophylla. In three trials, detached leaves were wrapped in plastic trays with foam moistened with concentration of 607 ± 86, 705 ± 105, 855 ± 152 and 1101 ± 305 μmol mol-1 CO2 from the air, sprayed with conidia of the pathogen (2 × 105 conidia ml-1) and maintained at 28 ± 1.7 oC and photoperiod of 12 h for 21 days. It was evaluated the severity of leaf spot and the sporulation of the pathogen. In both experiments with seedlings of eucalyptus, the seedlings were grown in plastic tubes, kept in plastic boxes containing vermiculite at the bottom and kept in concentrations of 451 ± 35 (control), 645 ± 118, 904 ± 116, 1147 ± 216μmol mol-1 CO2 per 30 days for acclimatization. After this period, the seedlings were sprayed with conidia of the pathogen and kept on the same conditions for six days. It was evaluated the incidence of lesioned leaves, leaf spot severity and the number of leaves containing spores of the pathogen. The height of the seedlings, the diameter of the stem and the weight of the dry matter of the aerial part and root were also evaluated. In the tests with detached leaves, the increase of CO2 concentration had no effect on the severity of leaf spot and sporulation of the pathogen. In seedlings, the elevation of CO2 concentration decreased the incidence of leaves lesioned, the severity of the disease and the number of leaves containing spores of the pathogen when compared to the control. In the... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SILVA, Carlos Eduardo Oliveira da. Efeito do aumento da concentração de dióxido de carbono do ar sobre a mancha foliar causada por cylindrocladium candelabrum em mudas de eucalyptus urophylla. 2013. vii, 51 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2013.

Itens relacionados

Financiadores