Caracterização da resistência à oxacilina em Staphylococcus aureus isolados de feridas de pacientes atendidos em Unidades Básicas de Saúde da cidade de Botucatu

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-12-09

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O gênero Staphylococcus está envolvido em infecções adquiridas tanto na comunidade como em hospitais, sobressaindo-se atualmente como um dos maiores problemas clínicos e epidemiológicos em infecções nosocomiais. Diante da importância do S.aureus como um dos microrganismos mais freqüentemente isolados de infecções de pele e tecidos moles e a crescente disseminação dos S. aureus resistentes a oxacilina (MRSA), este estudo objetiva identificar a presença de MRSA em feridas de pacientes atendidos em unidades básicas de saúde da cidade de Botucatu, caracterizar o cassete cromossômico mec e identificar fatores de risco para aquisição de S aureus e MRSA. Foram incluídas no estudo 126 amostras isoladas de 107 pacientes atendidos no período de março de 2010 à fevereiro de 2011. As amostras foram submetidas à identificação e detecção de resistência a oxacilina pelo método de difusão com disco de oxacilina e cefoxitina, penicilina, levofloxacina, clindamicina, eritromicina, gentamicina, sulfametazol/Trimetropim, tigeciclina, ácido fusídico, quinupristina/dalfopristina, linezolida e vancomicina. Foi realizada a caracterização do SCCmec por PCR multiplex nas amostras de S. aureus com gene mecA. Foi investigada a presença dos genes codificadores da Leucocidina Panton-Valentine (PVL). As amostras de Staphylococcus spp. também foram submetidas detecção de produção de -lactamase. Das 126 amostras estudadas, 73(58%) foram identificadas como genero Staphylococcus spp., sendo 49/73(67,1%) isolados S. aureus e 24/73(32,9%) estafilococos coagulase-negativa (ECN). A produção de -lactamase foi positiva em 65/73(89%) das amostras de Staphylococcus spp. Foi encontrado 7/49(14,2%) isolados de S. aureus e 13/24(54,1%) isolados de ECN com presença do gene mec A...
The genus Staphylococcus is involved in both community and hospital-acquired infections, currently standing out as major clinical and epidemiological problems in nosocomial infections. Given the importance of S. aureus as one of the most frequently microorganism isolated from skin and soft tissue infections and the increasing spread of methicillin-resistant S. aureus (MRSA), the aims of this study were to identify the presence of MRSA in wounds of patients treated at basic health units in Botucatu, characterize the cassette chromosome mec (SCCmec) and identify risk factors for acquisition of S aureus and MRSA. The study included 126 isolates from 107 patients treated from March 2010 to February 2011. The samples were identified and the disk diffusion method with cefoxitin and oxacillin disks was carried out in order to detect the resistance to oxacillin. The disk diffusion method was also carried out to set the susceptibility profile for the following antibiotics: penicillin, levofloxacin, clindamycin, erythromycin, gentamicin, sulfamethoxazole/trimethoprim, tigecycline, fusidic acid, quinupristin/dalfopristin, linezolid and vancomycin. mecA positive samples were submitted to SCCmec characterization using multiplex PCR. We also investigated the presence of genes encoding Panton-Valentine Leukocidin (PVL) as far as the - lactamase production. From the 126 samples studied, 73 (58%) were identified as genus Staphylococcus spp., and 49/73 (67.1%) isolates were identified as S.aureus and 24/73 (32.9%) as coagulase-negative Staphylococcus (CoNS). The -lactamase production was positive in 65/73 (89%) samples of Staphylococcus spp. The mecA gene was detected in 7/49 (14.2%) isolates of S. aureus and 13/24 (54.1%) isolates of CoNS. Among MRSA, 4/7 (57.2%) isolates were SCCmec type... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Staphylococcus aureus, Infecções adquiridas, Hospital-acquired infections

Como citar

FRANCHI, Eliane Patricia Lino Pereira. Caracterização da resistência à oxacilina em Staphylococcus aureus isolados de feridas de pacientes atendidos em Unidades Básicas de Saúde da cidade de Botucatu. 2011. 83 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2011.