Efeito de diferentes frequências de manejos no temperamento de bovinos de corte

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-02-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The aim of this study was to evaluate the effect of two different handling frequencies on beef cattle temperament kept on pasture; and to evaluate the association between the animals’ temperament and their daily weight gain under each management condition. 2,007 animals kept in the ‘frequent handling condition’ (MF) - characterized by using rotational grazing method with monthly managements in the corral were assessed; and compared to 1593 animals kept in the ‘less frequent handling condition’ (MPF) - characterized by using the alternate stock grazing method, and taken to the corral every six months. Three different temperament indicators were used for the assessment: 1) reactivity composed score (ECR); 2) flight speed (VS in m/s); and 3) qualitative behaviour assessment (QBA). The tests were held during the management in the corral on three commercial farms. The animals’ average daily weight gain (ADG) was calculated for one of the properties in both management conditions. Firstly a variance analysis was made, applying the GLM procedure from SAS. For the QBA, it was held a Factor Analysis, generating a temperament qualitative index (IQT) for each animal. For assessing the effect of the handling frequency on the QBA, it was applied the one-way ANOVA, which included the IQT as a dependent variable and the effect of handling frequency as an independent variable. To test the association between temperament and average daily weight gain (ADG), residual correlations of ADG with VS, ECR and IQT were obtained with the GLM (MANOVA) procedure from SAS for MPF condition. Hence, the handling frequency was used as a function, considering the groups as a fixed effect and the age of the animals at the time of evaluation as a linear effect covariable at this condition. For the MF condition, it was used The Pearson Correlation, since all the animals belonged to the same group, showing no ...
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de duas diferentes frequências de manejo sobre o temperamento de bovinos de corte mantidos à pasto; além de avaliar a associação entre o temperamento dos animais e seu ganho de peso médio diário (GMD), em cada uma das condições de manejo. Foram avaliados 2.007 bovinos mantidos em manejo frequente (MF), caracterizado pelo uso do método de pastejo de lotação rotativa e manejos mensais no curral para pesagem dos animais; e 1593 animais mantidos em manejo pouco frequente (MPF), caracterizado pelo uso do método de pastejo de lotação alternada, e levados ao curral semestralmente. Foram avaliadas três características indicadoras do temperamento: o escore composto de reatividade (ECR); velocidade de saída (VS em m/s) e a avaliação qualitativa do temperamento (QBA), durante os manejos no curral em três fazendas comerciais. O GMD dos animais foi calculado para uma das propriedades em ambas as condições de manejo. Para análise estatística foi utilizada análise de variância, com aplicação do procedimento GLM do SAS. Para a análise dos dados da QBA foi utilizada o procedimento de Análise de Fatores, gerando um índice qualitativo de temperamento (IQT) para cada animal. Para a avaliação do efeito da frequência de manejo sobre a QBA, foi aplicada ANOVA de uma via, que incluiu o IQT como variável dependente e o efeito da frequência de manejo como variável independente. Para a avaliação da associação entre o temperamento e o GMD em função da frequência de manejo foram utilizadas correlações residuais de GMD com VS, ECR e IQT, obtidas com o procedimento GLM (MANOVA) do SAS, considerando o efeito fixo de lote e a idade do animal no momento da avaliação como co-variável de efeito linear para o MPF. Já para o MF foi utilizada correlação de Pearson, pois todos os animais pertenciam a um mesmo lote, sem efeito significativo de ...

Descrição

Palavras-chave

Bovino, Bovinos de corte, Animais - Comportamento, Temperamento, Corpo - Peso, Temperament

Como citar

CEBALLOS BETANCOURT, Maria Camila. Efeito de diferentes frequências de manejos no temperamento de bovinos de corte. 2014. vi, 56 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2014.