Fracionamento isotópico de 13C e a produtividade de cana-de-açúcar nos manejos de sequeiro e irrigado por gotejamento

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-01-26

Autores

Arlanch, Adolfo Bergamo

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A cana-de-açúcar tem grande importância nas regiões tropicais e subtropicais do mundo. O Brasil destaca-se na produção mundial, sendo um dos maiores produtores de etanol e açúcar, no mundo. Entretanto, a produtividade da cultura ainda é baixa em muitas regiões do país, principalmente devido à deficiência hídrica. Uma maneira de aumentar o potencial de produtividade desta cultura seria: identificar genótipos de cana-de-açúcar, tolerantes a deficiência hídrica, procurando uma estratégia de convivência com ambientes mais restritivos. Outra forma seria realizar a fenotipagem de genótipos, de elevado potencial de produtividade, para ambientes de baixa deficiência hídrica (ambientes com tecnologia de irrigação). Assim esse trabalho teve como objetivo avaliar possíveis índices fisiológicos e nutricionais para realizar esta seleção (fenotipagem). O presente trabalho foi desenvolvido no município de Jaú, no Estado de São Paulo, nas coordenadas geográficas de: 22°17’S 48°34’O, em Latossolo Vermelho. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com quatro genótipos de cana-de-açúcar em dois sistemas de manejos: irrigado e sequeiro. Os genótipos utilizados de cana-de-açúcar foram: RB867515; SP80-1842; CTC6 e RB92579. O experimento teve duração 393 dias e durante o ciclo de desenvolvimento da cultura foram realizadas avaliações fisiológicas: condutância estomática, temperatura foliar, estimativa do conteúdo de clorofila aparente (índice SPAD) e o fracionamento isotópico de 13C nas folhas de cana-de-açúcar. Foram realizadas também, curvas de acúmulo de matéria seca e nutrientes: N, P, K, Ca e Mg. Na colheita final, aos 393 dias após o corte (DAC), foram realizadas as análises tecnológicas e determinou-se a produtividade de colmos (TCH) e de açúcar (TPH). As avaliações fisiológicas de: condutância estomática, temperatura foliar e o fracionamento isotópico de 13C nas folhas, foram os parâmetros que demonstraram maiores diferenças significativas para a fenotipagem. Ocorreram diferenças no acúmulo de matéria seca e dos nutrientes nos dois manejos para todos os genótipos estudados. Os genótipos RB867515 e SP80-1842, foram mais tolerantes a deficiência hídrica e os genótipos CTC6 e RB92579, foram mais responsivas à manejo com maior disponibilidade hídrica (ambiente irrigado).
Sugarcane is of great importance in the tropical and subtropical regions of the world. Brazil stands out in the world production, being one of the largest producers of ethanol and sugar, in the world. However, crop productivity is still low in many regions of the country, mainly due to water deficiency. One way to reach elevations in the productivity potential of this crop would be to: identify sugarcane genotypes, tolerant to water deficiency, seeking a strategy of coexistence with arid environments. Another way would be to genotype phenotyping, with high productivity potential, for environments with low water deficiency (environments with irrigation technology). Thus, the objective of this study was to evaluate possible physiological and nutritional indexes for this selection (phenotyping). The present work was developed in the city of Jaú, in the State of São Paulo, in the geographic coordinates of: 22 ° 17'S 48 ° 34'O, in Red Latosol. The experimental design was a randomized block design with four sugarcane genotypes in two management systems: irrigated and dry. The genotypes used for sugarcane were: RB867515; SP80-1842; CTC6 and RB92579. The experiment lasted 393 days and during the development cycle of the crop, physiological evaluations were performed: stomatal conductance, leaf temperature, estimated chlorophyll content (SPAD index) and isotopic fractionation of 13C in sugarcane leaves. Curves of accumulation of dry matter and nutrients were also performed: N, P, K, Ca and Mg. At the final harvest, at 393 days after the cut (DAC), the technological analyzes were carried out and the yield of stalks (TCH) and sugar (TPH) were determined. The physiological evaluations of stomatal conductance, leaf temperature and the isotopic fractionation of 13C in leaves were the parameters that showed the greatest significant differences for phenotyping. There were differences in the accumulation of dry matter and nutrients in the two treatments for all the genotypes studied. The genotypes RB867515 and SP80-1842, were more tolerant to water deficit and the genotypes CTC6 and RB92579, were more responsive to environments with higher water availability (irrigated environment).

Descrição

Palavras-chave

Saccharum spp., Temperatura foliar, Acúmulo de matéria seca, Acúmulo de macronutrientes, Análise do crescimento, Condutância estomática

Como citar