Imunimarcação de subpopulações de linfócitos CD3+, CD4+ e CD8 associada à expressão de metaloproteinases -2 e -9 em cerebelos de cães infectados naturalmente com vírus da cinomose canina

Imagem de Miniatura

Data

2011-11-22

Autores

Bregano, Livia Castanhas [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

No presente estudo foram avaliados 30 cerebelos de cães naturalmente infectados pelo vírus da cinomose canina, confirmados por meio da reação RT-PCR (Reverse Transcriptase Polymerase Chain Reaction) com segmentação do gene do nucleocapsídeo viral, e por análise microscópica das lesões teciduais após a coloração Hematoxilina-Eosina e coloração de Shorr. A distribuição das subpopulações de linfócitos T foi evidenciada pela técnica de imunoistoquímica, empregando-se anticorpos monoclonais CD3+, CD8+ e CD4+. Da mesma forma, a detecção da expressão das metaloproteinases (MMP) -2 e -9 também foi conduzida pela técnica de imunoistoquímica e os resultados foram associados aos encontrados na imunofenotipagem. Foi possível evidenciar marcação mais expressiva de MMP-2 (86,67% de intensidade moderada a intensa) e uma alta proporção de linfócitos T CD4+ e CD8+. Nesse sentido, pode-se concluir que o vírus da cinomose canina se dispersa no sistema nervoso central, alterando a integridade estrutural da barreira hematoencefálica, provavelmente pela ação da MMP-2; e os infiltrados inflamatórios perivasculares presentes são constituídos predominantemente por subpopulações de linfócitos T CD4+ e CD8+
The present study evaluated 30 cerebella of dogs naturally infected with canine distemper virus, confirmed by RT-PCR (Reverse Transcriptase Polymerase Chain Reaction) to target the viral nucleocapsid gene, and by microscopic examination of tissue lesions after hematoxylin-eosin and Shorr staining. The distribution of subpopulations of T lymphocytes was demonstrated by immunohistochemistry using monoclonal antibodies against CD3 +, CD8 + and CD4 +. Similarly, detection of the expression of matrix metalloproteinases (MMP) -2 and -9 was also conducted by immunohistochemistry and the results were related to those found in immunophenotyping. The results revealing more expressive marking of MMP-2 (86.67% moderate to severe) and a high proportion of CD4 + and CD8 +. In conclusion, it can be infer that canine distemper virus is spread in the central nervous system, altering the structural integrity of the blood-brain barrier, probably by the action of MMP-2. Moreover, perivascular inflammatory infiltrates consisted predominantly of T lymphocyte subpopulations CD4 + and CD8 +

Descrição

Palavras-chave

Encefalite - Cão, Cinomose, Animais - Sistema nervoso - Doenças, Encephalitis - Dogs, PCR

Como citar

BREGANO, Livia Castanhas. Imunimarcação de subpopulações de linfócitos CD3+, CD4+ e CD8 associada à expressão de metaloproteinases -2 e -9 em cerebelos de cães infectados naturalmente com vírus da cinomose canina. 2011. 72 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba, 2011.