Controle e profilaxia da mastite bovina

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-05

Orientador

Dutra, Iveraldo dos Santos

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Medicina Veterinária - FMVA

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Brazil was the fifth largest producer of milk in the world in 2015. However, the increase in milk production must be related to the quality of the product. In this sense, attention must be paid to the occurrence of bovine mastitis. This inflammation in the mammary gland of cows is responsible for most economic losses in dairy cattle, with Staphylococcus aureus as its main etiological agent. Aiming at the importance of this disease for both dairy production costs and public health and animal health, this review aims to report the importance of applying measures of prophylaxis of bovine mastitis through the use of diagnostic methods, hygiene measures and treatments

Resumo (português)

O Brasil foi o quinto maior produtor mundial de leite em 2015. Porém, o aumento da produção de leite precisa ser relacionado à qualidade do produto. Neste sentido, deve-se atentar para a ocorrência da mastite bovina. Essa inflamação na glândula mamária de vacas é responsável pela maior parte de perdas econômicas na bovinocultura leiteira, tendo como principal agente etiológico o Staphylococcus aureus. Visando a importância dessa doença tanto para custos da produção leiteira, quanto para a saúde pública e sanidade dos animais, esta revisão tem como objetivo relatar a importância em aplicar as medidas de profilaxia da mastite bovina através da utilização de métodos diagnósticos, medidas de higiene e tratamentos adequados

Descrição

Idioma

Português

Como citar

OLIVEIRA, Luiza Bruna Passerini Barreiro de. Controle e profilaxia da mastite bovina. 2017. 27 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Medicina Veterinária) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filhos, Faculdade de Medicina Veterinária, 2017.

Financiadores