Ecogeografia e diversidade química de populações de Lychnophora pinaster Mart

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-10-20

Orientador

Marques, Marcia Ortiz Mayo
Ming, Lin Chau

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Horticultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (português)

Um dos centros de diversidade vegetal e endemismo no Brasil é a vegetação de Campos Rupestres. Lychnophora pinaster, conhecida como arnica-mineira, é uma espécie endêmica dos Campos Rupestres, em risco de extinção e usada na medicina popular para traumatismos, como anti-inflamatório e cicatrizante. Este estudo teve por objetivo caracterizar os constituintes fenólicos e a ecogeografia de 11 populações de L. pinaster coletadas nas mesorregiões Norte, Jetiquinhonha, Metropolitana de Belo Horizonte e Campos das Vertentes no estado de Minas Gerais, Brasil. A vitexina e o ácido clorogênico são os constituintes em maior concentração nas populações. O perfil dos constituintes fenólicos nas populações variou em função da origem geográfica. L. pinaster ocorre em locais de alta altitude (700 m e 1498 m), precipitações anuais de até 1455 mm, em solos ferruginosos, baixa fertilidade e de textura predominantemente franca, podendo ser considerada uma espécie tolerante a solos ácidos e com pouca disponibilidade de nutrientes. Apresenta variações morfométricas e nutricional foliar entre populações, com maiores índices nas de ocorrência nas mesorregiões Norte e do Jequitinhonha. O ambiente de ocorrência da L. pinaster no estado Minas Gerais é diverso contribuindo para a diversidade química das populações, assim como dos aspectos morfológicos nas diferentes regiões.

Resumo (inglês)

One of the hotspots of plant diversity and endemism in Brazil is the vegetation of Rupestrian Fields. Lychnophora pinaster, known as arnica-mineira, is endemic to Rupestrian Fields, at risk of extinction and used in folk medicine for trauma, as anti-inflammatory and healing agents. This study aimed to characterize the phenolic constituents and the ecogeography of 11 populations of L. pinaster collected in the North, Jetiquinhonha, Metropolitan of Belo Horizonte and Campos das Vertentes mesoregions in the State of Minas Gerais, Brazil. Vitexin and chlorogenic acid are the major constituents in concentration in populations. The profile of phenolic constituents in populations varied according to geographic origin. L. pinaster occurs in sites at high altitude (700 m and 1,498 m), annual rainfall of up to 1,455 mm, in ferruginous soils, with low fertility and predominantly loamy in texture, and can be considered a species tolerant to acidic soils, with little availability of nutrients. It presents morphometric and leaf nutritional variations among populations, with higher rates in those occurring in the North and Jequitinhonha mesoregions. The environment of occurrence of L. pinaster in the state of Minas Gerais is diverse, contributing to the chemical diversity of the populations, as well as the morphological aspects in the different regions.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados