Doses de Azospirillum brasilense em sistema hidropônico na nutrição, produção e qualidade da rúcula

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-07-10

Autores

Peres, Lucas Fernando

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A utilização de bactérias promotoras de crescimento de plantas tem se mostrado uma medida promissora na agricultura devido a sua capacidade em favorecer o desenvolvimento e crescimento de algumas culturas, entretanto, pouco se sabe sobre seus efeitos em sistema hidropônico. Supõe que o uso dessas bactérias promotoras de crescimento de plantas (BPCPs) influencie na qualidade, nutrição e produção da rúcula. Logo, objetivou-se com este trabalho analisar as doses de Azospirillum brasilense no cultivo da rúcula em sistema hidropônico do tipo Nutrient Film Technique (NFT). No experimento, foi aplicado o inoculante de BPCPs na solução nutritiva na ocasião do transplantio das mudas de rúcula. A inoculação foi realizada com Azospirillum brasilense, com a estirpes AbV5 e AbV6 (garantia de 2x108 UFC mL-1), nas doses de 0; 8; 16; 32 e 64 mL do inoculante líquido para cada 100 litros de solução nutritiva. O experimento foi realizado em delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Cada bancada recebeu um tratamento. A dose indicada do inoculante de A. brasilense foi de 64 ml 100 L-1 de solução nutritiva, por proporcionar maior massa fresca da parte aérea das plantas de rúcula hidropônica, parte da planta comercializável e que proporcionará maior lucratividade ao produtor rural. O maior crescimento e acúmulo de massas das plantas de rúcula foi obtido utilizando as doses entre 36 e 64 ml. O maior acúmulo de nutrientes no momento da colheita foi obtido entre as doses de 18 a 42 ml de inoculante com A. brasilense, sendo as doses com maior eficiência na absorção de nutrientes pelas plantas de rúcula em sistema hidropônico. A maior atividade da enzima nitrato redutase nas folhas foi observada na dose de 35 ml do inoculante contendo A. brasilense com acréscimo de 102% em relação a não inoculação. Também houve acréscimo de 358% do acúmulo de NH4+, resultado da redução do NO3- associado a maior atividade da enzima nitrato redutase.
The usage of plant growth-promoting bacteria has shown a promising measure in agriculture due to its ability to advance the development and growth of some crops, however, little is known about its effects in a hydroponic system. It assumes that the use of these plant growth promoting bacteria (PGPBs) influences the quality, nutrition and production of arugula. Accordingly, the objective of this work is to analyze the doses of Azospirillum brasilense in the cultivation of arugula in a hydroponic system of the Nutrient Films Technique (NFT). In the experiment, the PGPBs inoculant was applied to the nutrient solution when transplanting arugula seedlings. The inoculation was carried out with Azospirillum brasilense, with the AbV5 and AbV6 strains (guarantee of 2x108 CFU mL-1), at doses of 0; 8; 16; 32 and 64 mL of liquid inoculant for every 100 liters of nutrient solution. The experiment was carried out in a randomized block experimental design with four repetitions. Each bench received a treatment. The indicated dose of A. brasilense inoculant was 64 ml 100 L-1 of nutrient solution, as it provides greater fresh mass of the aerial part of the hydroponic arugula plants, part of the plant that is marketable and will provide greater profitability to the rural producer. The greatest growth and mass accumulation of arugula plants was obtained using doses between 36 and 64 ml. The greatest accumulation of nutrients at the time of harvest was obtained between doses of 18 to 42 ml of inoculant with A. brasilense, being the doses with the greatest efficiency in the absorption of nutrients by arugula plants in a hydroponic system. The highest activity of the enzyme nitrate reductase in the leaves was observed in the dose of 35 ml of the inoculant containing A. brasilense with an increase of 102% in relation to the non-inoculation. There was also an increase of 358% in the accumulation of NH4+, as a result of the reduction in NO3- associated with increased activity of the enzyme nitrate reductase.

Descrição

Palavras-chave

Bactérias promotoras de crescimento de plantas, Eruca sativa Mill, Acúmulo de nitrato foliar, Nutrição de plantas, Leaf nitrate, Plant growth-promoting bacteria, Plant nutrition

Como citar