Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, José Carlos Teixeira Da [UNESP]
dc.date.accessioned2015-02-02T12:39:21Z
dc.date.available2015-02-02T12:39:21Z
dc.date.issued2001-12-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-37862001000200006
dc.identifier.citationTransinformação. Pontifícia Universidade Católica de Campinas, v. 13, n. 2, p. 81-92, 2001.
dc.identifier.issn0103-3786
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/114221
dc.description.abstractThis paper analyzes strategic dimensions of the competitiveness in small and medium manufacturing companies, involving information, quality, technology, and environmental management. Based an a simple but not linear and dynamic conceptual model, some basic aspects of the dimensions were unfolded and investigated in field research involving 90 companies. The analysis of the data indicates that the medium apprenticeship of those companies presents limitations in the four dimensions, when compared with a company of excellence as a reference in those fourfields. The limitation in knowledge management induces to difficulties in the implantation of information, quality, technology, and environment systems. Less than 20% of the companies present some configuration in those dimensions, but with a large limitations in information management and technology management of products processes, environmental management depending on that last one. This, there is a need of movements of consciousness of the companies through efforts from the governmental organs, class associations and universities, seeking to collaborate for the generation of knowledge in those organizations, at least in the four analyzed dimensions, because they are competitiveness factors in a global economy.en
dc.description.abstractEste trabalho analisa dimensões estratégicas da competitividade, em uma economia globalizada, para pequenas e medias empresas do setor de manufaturados, envolvendo a gestão da informação, a gestão da qualidade, a gestão da tecnologia e a gestão ambiental. Com base em modelo conceituai simplificado, mas de característica não linear e dinâmica, foram analisados alguns aspectos básicos desdobrados daquelas dimensões, através de referências bibliográficas e de pesquisa de campo envolvendo noventa empresas. A análise dos dados indica limitações de conhecimentos epráticas na maioria das empresas, no campo das quatro dimensões analisadas, quando comparadas a uma organização de excelêncianesses quatro campos. As limitações em gestão do conhecimento induzem às dificuldades de implantação de sistemas de informação, sistemas de qualidade, sistemas de tecnologia, e sistemas de controle ambiental. Menos de 20% das organizações apresentam alguma configuração naquelas dimensões, porém com muita limitação em gestão da informação e gestão da tecnologia de produtos/processos, sendo a gestão ambiental dependente dessa última. Desta forma existe necessidade de ações de órgãos de governo, universidades, associações de classe, visando à conscientização e colaboração na geração de conhecimentos para essa categoria de empresas, pelos menos no campo das quatro dimensões analisadas, tendo em vista a importância das mesmas como fatores de competitividade em uma economia globalizada.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent81-92
dc.language.isopor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de Campinas
dc.relation.ispartofTransinformação
dc.sourceSciELO
dc.subjectinformaçãopt
dc.subjectorganizaçãopt
dc.subjectindustriapt
dc.subjectqualidadept
dc.subjecttecnologiapt
dc.subjectinformationen
dc.subjectorganizationen
dc.subjectindustryen
dc.subjectqualityen
dc.subjecttechnologyen
dc.titleDimensões de competitividade para a empresa Brasileira: informação e conhecimento, qualidade, tecnologia e meio ambientept
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUNESP FE Depto. Eng. de Produção
dc.description.affiliationUnespUNESP FE
dc.identifier.doi10.1590/S0103-37862001000200006
dc.identifier.scieloS0103-37862001000200006
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Engenharia, Baurupt
dc.identifier.fileS0103-37862001000200006.pdf
dc.relation.ispartofjcr0.255
dc.relation.ispartofsjr0,192
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record