Show simple item record

dc.contributor.authorSantos, Carlos Leandro Rodrigues Dos
dc.contributor.authorCazetta, Jairo Osvaldo
dc.contributor.authorSaran, Luciana Maria
dc.contributor.authorSanches, Adhemar
dc.date.accessioned2015-02-02T12:39:39Z
dc.date.available2015-02-02T12:39:39Z
dc.date.issued2014-05-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2014000500008
dc.identifier.citationPesquisa Agropecuária Brasileira. Embrapa Informação TecnológicaPesquisa Agropecuária Brasileira, v. 49, n. 5, p. 384-394, 2014.
dc.identifier.issn0100-204X
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/114569
dc.description.abstractThe objective of this work was to standardize and characterize the conditions for determining the nitrate reductase activity in sugarcane leaf tissue, using in vivo method. Leaf samples were collected from a first ratoon crop of the IACSP 933046 cultivar, with six months of age. Different preparation conditions of leaf samples and incubation media were studied. The material that allowed the highest nitrate reductase activity was obtained by the sampling of 25 discs of 1 cm in diameter, collected at 13h from the center of the +1 leaf type without center rib. The incubation medium optimized to determine nitrate reductase activity in sugarcane leaves must be comprised of: 2.5 mL KNO3 300 mmol L-1; 2.5 mL phosphate buffer 285 mmol L-1 pH 7.3; 1.0 mL Tween 20 0.6% (v/v); and 4.0 mL deionized water. The highest nitrate reductase activity is obtained by incubating samples for 90 min, at 32ºC, in the dark; is observed in young plants formed by stump sprouting; and reaches a minimum value at the plant maturity phase.en
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi padronizar e caracterizar as condições para determinação da atividade da redutase do nitrato em tecido foliar de cana-de-açúcar, com uso do método in vivo. Amostras foliares foram coletadas de uma lavoura de primeira soqueira da cultivar IACSP 933046, com idade de seis meses. Foram estudadas diferentes condições de preparo das amostras foliares e do meio de incubação. O material que possibilitou a maior atividade da redutase do nitrato foi obtido pela amostragem de 25 discos de 1 cm de diâmetro, coletados às 13h, do centro da folha do tipo +1 sem nervura. O meio de incubação otimizado para a determinação da atividade dessa enzima em folhas de cana-de-açúcar deve ser composto por: 2,5 mL de KNO3 300 mmol L-1; 2,5 mL de tampão fosfato 285 mmol L-1 pH 7,3; 1,0 mL de Tween 20 a 0,6% (v/v); e 4,0 mL de água deionizada. A maior atividade da redutase do nitrato é obtida pela incubação das amostras por 90 min, a 32ºC, no escuro; é observada em plantas jovens formadas pela brotação da soqueira; e alcança o valor mínimo na fase de maturação das plantas.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent384-394
dc.language.isopor
dc.publisherEmbrapa Informação TecnológicaPesquisa Agropecuária Brasileira
dc.relation.ispartofPesquisa Agropecuária Brasileira
dc.sourceSciELO
dc.subjectSaccharumpt
dc.subjectatividade enzimáticapt
dc.subjectestádio fenológicopt
dc.subjectmétodo in vivopt
dc.subjectnitrogêniopt
dc.subjectritmo diurnopt
dc.subjectSaccharumen
dc.subjectenzymatic activityen
dc.subjectphenological stageen
dc.subjectin vivo methoden
dc.subjectnitrogenen
dc.subjectdiurnal rhythmen
dc.titleOtimização da análise da atividade da redutase do nitrato e sua caracterização em folhas de cana-de-açúcarpt
dc.title.alternativeOptimization of nitrate reductase activity analysis and its characterization in sugarcane leavesen
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de Mato Grosso Instituto de Ciências Exatas e da Terra
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Federal de Mato Grosso Instituto de Ciências Exatas e da Terra
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias Departamento de Tecnologia
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias Departamento de Tecnologia
dc.identifier.doi10.1590/S0100-204X2014000500008
dc.identifier.scieloS0100-204X2014000500384
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.fileS0100-204X2014000500384.pdf
dc.identifier.lattes1197875002538866
dc.identifier.lattes6360325887122401
dc.identifier.lattes1162137102390183
dc.identifier.orcid0000-0003-1120-364X
unesp.author.lattes1197875002538866
unesp.author.lattes6360325887122401
unesp.author.lattes1162137102390183[4]
unesp.author.orcid0000-0003-1120-364X[4]
dc.relation.ispartofjcr0.546
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record