Show simple item record

dc.contributor.advisorGarcia Junior, Idelmo Rangel [UNESP]
dc.contributor.authorSanches, Natália dos Santos [UNESP]
dc.date.accessioned2021-08-04T18:25:02Z
dc.date.available2021-08-04T18:25:02Z
dc.date.issued2020-08-31
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/213854
dc.description.abstractThe clinical success of dental implants is related to early osseointegration. Geometry and surface are crucial to implant success in the short and long term. Due to the progress that has been made, these materials are available in different options on the market. The objective of this study was to evaluate the surfaces of commercially pure titanium implants treated through the double acid attack related to the control group and with the deposition raloxifene by the biomimetic method related to the raloxifene group and to evaluate the interface bone/implant in standard mouse tibia model. For this purpose, 144 commercially pure titanium implants of 1.6 diameters and 3.0 mm height were utilized, 72 of which were related to the control group and 72 related to the raloxifene group that will be installed in the rat tibias. The periods of euthanasia for the collection of the tibias were 7, 15, 30 and 40. The specimens were submitted to biomechanical, topographic, histometric and immunohistochemical analysis. The quantitative data were evaluated by adopting the level of significance p 0.05. Biomechanical analysis by reverse torque in Newton centimeter showed that there wasn’t a statistical difference between the control groups and raloxifene (p= 0.03). Histological analysis revealed that at 7 days the behavior of the surface-modified by raloxifene has a higher amount of connective tissue compared to the control blades. In other periods, bone modeling behavior was similar, highlighting the control group in bone area values. The immunohistochemical analysis showed a difference between the groups in the 15 days, since the raloxifene group presented rapid protein activation about the control group, as can be observed in the immunomarking of Osteocalcin, Osteoprogesterin, and Collagen-1, but at 40 days the raloxifene group indicated mild immunolabeling in the Osteocalcin, Osteoprogesterin, kappa B nuclear activator receptor ligand and mild to moderate Collagen-1, revealing a lower quantity of mineralized bone matrix and a lower neoformed bone area about the control group. In the histomorphometric analysis, it was possible to analyze that there was a statistical difference between the control groups and raloxifene during the periods of 7 (p=0.005) and 40 days (p=0.04) and in the analysis of the linear extension of contact between bone tissue and implant surface, it was possible to observe a statistically significant difference in the raloxifene group, between the periods of 15 and 7 days, with p=0.03. Additionally, in the comparison between the two groups, a statistical difference was observed during the 7 days, with p<0,001, in which the control group presented superior results. Therefore, the qualitative and quantitative results of the studied groups did not present a great discrepancy between them, indicating similar long-term behavior. Knowing the behavior of this drug, in normofisiological individuals, the study is encouraged by assigning higher concentrations of this drug to future analyses of bone neoformation changes.en
dc.description.abstractO sucesso clínico de implantes dentários está relacionado com a osseointegração precoce. A geometria e a superfície são cruciais para o sucesso dos implantes a curto e longo prazo. Devido ao progresso que se tem feito, esses materiais estão disponíveis em diferentes opções no mercado. No entanto, ainda há necessidade de melhorar a tecnologia desses materiais visando a regeneração óssea precoce. O objetivo deste trabalho foi avaliar as superfícies de implantes de titânio comercialmente puro tratadas através do duplo ataque ácido referente ao grupo controle e com a deposição raloxifeno pelo método biomimético, com o objetivo de avaliar a interface osso/implante em modelo padronizado em tíbia de rato. Com este propósito, foram utilizados 144 implantes de titânio comercialmente puro de 1,6 de diâmetro e 3,0 mm de altura, sendo 72 referentes ao grupo controle e 72 referentes ao grupo raloxifeno que foram instalados nas tíbias de ratos. Os períodos de eutanásia para a coleta das tíbias foram 7, 15, 30 e 40. Os espécimes foram submetidos à análise biomecânica, topográfica, histométrica e imunoistoquimica. Os dados quantitativos foram avaliados adotando o nível de significância p < 0,05. A análise biomecânica por torque-reverso em Newton centímetro revelou resultado semelhante entre os grupos controle e raloxifeno (p= 0,03). A análise histológica revelou que aos 7 dias o comportamento da superfície modificada por raloxifeno possui maior quantidade de tecido conjuntivo em comparação com as lâminas controle. Nos demais períodos o comportamento de modelação óssea foi semelhante, dando destaque para o grupo controle nos valores de área óssea. A análise de imunoistoquímica revelou diferença entre os grupos no período de 15 dias, visto que o grupo raloxifeno apresentou rápida ativação proteica em relação ao grupo controle, como é possível observar na imunomarcação da Osteocalcina, Osteoprogesterina e Colágeno- 1, porém aos 40 dias o grupo raloxifeno indicou ter imunomarcação leve nos grupos da Osteocalcina, Osteoprogesterina, ligante do receptor ativador nuclear kappa B e de leve a moderado no Colágeno-1, revelando ter menor quantidade de matriz óssea mineralizada e menor área óssea neoformada em relação ao grupo controle. Na análise histomorfométrica foi possível analisar que houve diferença estatística entre os grupos controle e raloxifeno durante os períodos de 7 (p=0,005) e 40 dias (p=0,04) e na análise de extensão linear de contato entre tecido ósseo e superfície do implante foi possível observar diferença estatisticamente significante no grupo raloxifeno, entre os períodos de 15 e 7 dias, com p=0,03. Além disso, na comparação entre os dois grupos, observou-se diferença estatística durante o período de 7 dias, com p<0,001 em que o grupo controle apresentou resultados superiores. Portanto, os resultados qualitativos e quantitativos dos grupos estudados não apresentaram grande discrepância entre si, indicando um comportamento análogo a longo prazo. Sabendo o comportamento deste fármaco em indivíduos normofisiológicos, é encorajado o estudo atribuindo maiores concentrações deste para análises futuras sobre alterações de neoformação óssea.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.subjectDental implantsen
dc.subjectImplantes dentáriospt
dc.subjectCloridrato de raloxifenopt
dc.subjectTitâniopt
dc.titleAnálise do reparo ósseo da superfície de implante revestida com raloxifeno através das análises topográfica, biomecânica, histológica, histométrica e imunoistoquímica.pt
dc.title.alternativeAnálise do reparo ósseo da superfície de implante revestida com raloxifeno através das análises topográfica, biomecânica, histológica, histométrica e imunoistoquímica.pt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 18/13264-0
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatubapt
unesp.undergraduateOdontologia - foapt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record