Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Maria Juraci Zani dos [UNESP]
dc.contributor.advisorBrunini, Orivaldo [UNESP]
dc.contributor.authorMaia, Diego Corrêa [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:27:53Z
dc.date.available2014-06-11T19:27:53Z
dc.date.issued2003-12-18
dc.identifier.citationMAIA, Diego Corrêa. Variabilidade climática e a produtividade do milho em espaços paulistas. 2003. xxi, 227 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2003.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/95737
dc.description.abstractPara analisar esta relação clima versus produtividade do milho, foram escolhidas duas regiões no Estado de São Paulo, a primeira região é administrada pelo Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Votuporanga, e a segunda região é gerenciada pelo Escritório de Desenvolvimento Rural de Pindamonhangaba, regiões estas situadas no Norte e Sudeste do território paulista. Estas EDRs são grandes produtoras do milho safra das águas, sendo a EDR de Votuporanga uma das maiores produtoras do Estado de São Paulo. Além desta aptidão ao cultivo do milho, estas regiões possuem regimes pluviométricos distintos. O milho safra verão é plantado no espaço paulista de outubro a novembro e nos meses de março a abril a produção já está definida, tornando a distribuição e a quantidade da precipitação, um fator fundamental para o desenvolvimento da cultura do milho, principalmente nos meses de outubro a março, período este que coincide com o ciclo vegetativo do cereal. A cultura do milho, com a ausência de água durante as fases de formação da espiga, reprodução e enchimento dos grãos (outubro a janeiro) são reconhecidas como as causas determinantes das menores produtividades. Com a indicação dos parâmetros hídricos fornecidos pelo Balanço Hídrico e do mapeamento sistemático da produtividade agrícola do milho, demonstramos a influência do clima na queda produtividade agrícola, através das deficiências hídricas e dos veranicos ocorridos no período de análise. Com base nestes resultados, pode-se afirmar que a variabilidade do clima no espaço paulista afeta diretamente a cultura do milho, podendo esta variabilidade estar associada à interferência do homem no geossistema. Faz-se necessário a formulação de políticas e estratégias para o desenvolvimento rural regional de curto prazo, para diminuir as perdas na produtividade agrícola paulista e elevar a economia deste importante Estado brasileiro.pt
dc.description.abstractTo analyze this relation climate versus productivity of the maize, two regions in the State of São Paulo had been chosen, the first region is managed by the Office of Agricultural Development (EDR) of Votuporanga, and the second region is managed by the Office of Agricultural Development of Pindamonhangaba, regions this situated in the North and Southeast of the São Paulo territory. This EDRs is great producers of the maize harvest of waters, being the EDR of Votuporanga one of the producing greaters of the State of São Paulo. Beyond this aptitude to the culture of the maize, these regions possess distinct rain behavior. The maize harvest summer is planted in the São Paulo space of October the November and in the March months the April the production already is defined, becoming the distribution and the amount of the precipitation, a basic factor for the development of the culture of the maize, mainly in the October months the March, period this that coincides with the vegetative cycle of the cereal. The culture of the maize, with the water absence during the phases of formation of the spike, reproduction and wadding of the grains (October to January) is recognized as the determinative causes of the lesser productivities. With the indication of the water parameters supplied by the water balance and of the systematic mapping of the agricultural productivity of the maize, we demonstrate to the influence of the climate in the fall agricultural productivity, through the waters deficiencies and of the veranicos occurred in the period of analysis. With base in these results, this variability can be affirmed that the variability of the climate in the São Paulo space directly affects the culture of the maize, being able to be associated to the interference of the man in geosystem. One becomes necessary the formularization of politics and strategies for the regional agricultural development...(Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extentxxi, 227 f. : il., mapas, gráfs., tabs.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectAgricultura - Brasilpt
dc.subjectClimatologiapt
dc.subjectMudanças climaticaspt
dc.subjectBalanço hidrológicopt
dc.subjectChanges climaticasen
dc.titleVariabilidade climática e a produtividade do milho em espaços paulistaspt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramGeografia - IGCEpt
unesp.knowledgeAreaOrganização do espaçopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000218302
dc.identifier.filemaia_dc_me_rcla.pdf
dc.identifier.capes33004137004P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record