Avaliação in vitro do comportamento de resinas compostas, quanto a microdureza , sorção e análise em mev, após desafio ácido e/ou aplicação de soluções fluoretadas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-12-07

Autores

Firoozmand, Leily Macedo [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi o de avaliar in vitro o comportamento de resinas compostas (RC) submetidas ao desafio ácido e/ou aplicação de soluções fluoretadas, através dos testes de microdureza, sorção e análise morfológica em microscopia eletrônica de varredura (MEV). Foram empregadas as RCs: microhíbridas – Z100 (3M), Estelite Σ (J Morita) e nanoparticulada - Filtek™ Supreme (3M), na cor A3, inseridas em matriz de aço-inoxidável com cavidades de 5mm de diâmetro e 2mm de profundidade, fotopolimerizadas por aparelho de luz halógena, XL 3000 (3M) por 40s. Formaram-se 3 grupos contendo 25 corpos-de-prova (cps) de cada RC, num total de 75 cps. Estes foram pesados após a sua confecção em Balança Digital inicialmente e após armazenamento em água destilada por 24h, para a verificação da sorção de água. O teste de microdureza foi realizado com o Microdurômetro Digital Vickers, utilizando 50g de carga por 15s de permanência para a mensuração inicial dos 75 cps. Destes 20 cps de cada RC foram submetidos ao desafio ácido em uma solução des-remineralizante por 10 dias, e 5 permaneceram como controle em água destilada. Os cps foram novamente pesados e submetidos a 2a leitura da microdureza. Em cada grupo de RC metade dos cps (n=10) foi submetida à aplicação tópica do flúor neutro e na outra metade ao FFA 1,23% por 48 min realizando-se posteriormente a 3a leitura da microdureza. Para a avaliação em MEV foram confeccionados outros 6 cps de cada tipo de RC e submetidos ao desafio ácido e soluções fluoretadas sendo que em cada fase, procedia-se a visualização morfológica da superfície. Para os dados de sorção de água foram utilizados os testes ANOVA e Tukey e para os dados de microdureza os testes ANOVA de medidas repetidas, ANOVA split plot e Tukey.
The aim of this study was to assess through hardness test, sorption test and morphological analyses in scanning electronic microscopy (SEM) the composite resin (CR) behavior submitted to the influence of acid challenge (de-remineralization process) and/or topic application of fluoride solutions. The CR: microhybrids - Z100 (3M), Estelite Σ (J Morita) and nanoparticulated - Filtek™ Supreme (3M), with A3 shade were inserted in stainless steel molds of 5 mm diameter and 2 mm depth, and cured with a XL 3000 halogen light curing unit, (3M) for 40s. Three groups were formed with 25 samples of each CR, making a total of 75 samples. They were initially weighed in Digital Scale after they were made and after they were stored for 24h in distilled water to verify the water sorption. For the microhardness test a Vickers Digital Microhardmeter, using 50g load and 30s time was used to measure the initial values of the 75 samples. From this 20 samples of each material were submitted to the acid challenge in a de-remineralized solution for 10 days, and 5 samples were stored in distilled water as a control group. The samples were again weighted and submitted to a second microhardness measure. In each group of the CR half of samples (n=10) were submitted to the topic application of neutral fluoride and the other half to the 1.23% acidulated phosphate fluoride (APF) for 48 min, making subsequently the third microhardness measure. For the SEM evaluation, 6 others samples were made for each CR and submitted to acid challenge and fluoride solutions considering that in each phase, the surface morphologic visualization was made. The ANOVA and Tukey statistical tests were used for the sorption data, and the ANOVA two way, ANOVA split plot and Tukey tests were used for hardness values.

Descrição

Palavras-chave

Resinas dentarias, Materiais - Testes, Microscopia eletronica de varredura, Compostos de flúor, Desmineralização

Como citar

FIROOZMAND, Leily Macedo. Avaliação in vitro do comportamento de resinas compostas, quanto a microdureza , sorção e análise em mev, após desafio ácido e/ou aplicação de soluções fluoretadas. 2007. 154 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, 2007.