O Programa de Educação Ambiental do Jardim Botânico Municipal de Bauru (Bauru-SP): a busca por uma identidade

Imagem de Miniatura

Data

2013-06-07

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os jardins botânicos têm sido reconhecidos como locais propícios para a prática de atividades educativas em espaços não escolares. Tais atividades, oferecidas pelas equipes de educação, comumente são relacionadas à Educação Ambiental (EA). Contudo, o campo da EA tem se apresentado como um mosaico de concepções e práticas, gerando dificuldades na determinação da natureza e dos propósitos das atividades educativas praticadas nos jardins botânicos. Inseridos neste contexto, está o Programa de Educação Ambiental do Jardim Botânico Municipal de Bauru (JBMB), que constantemente recebe questionamentos (autóctones e alóctones) sobre se suas atividades educativas se constituem ou não em práticas de E.A. Tal característica trouxe a necessidade de uma busca por uma identidade que permita o posicionamento do Programa no território da EA, despertando a necessidade de contextualização da realidade do JBMB e de seu programa educativo. Esta foi realizada por meio de investigação sobre: a história dos jardins botânicos, o panorama da EA e as atividades realizadas pelo Programa de EA do JBMB. A determinação da identidade necessitou, também, da compreensão do modo como os usuários do Programa o identificam, e para tanto, houve a necessidade de conhecer o perfil destes usuários e de suas expectativas quando procuram atividades oferecidas pela equipe de EA, o que foi realizado por meio da análise de fichas de visitação, que contêm informações sobre os grupos que visitamo JBMB. A determinação da identidade do programa educativo do JBMB apresenta-se como ponto de partida para os planejamentos e direcionamentos futuros das atividades de EA, bem como orientação para outros educadores no sentido de buscarem a identidade de seus programas educacionais
The botanical garden have been recognized as potential sites for the practice of educational activities in non-school spaces. Such activities offered by education teams, are commonly related to Environmental Education (EE). However, the field of EE has been presented as a mosaic of concepts and practices, creating difficulties in determining the nature and purposes of educational activities practiced by botanical gardens. Within this context, is the Environmental Education Program of the Municipal Botanical Garden of Bauru (JBMB), which constantly receives inquiries (allochthonous) if its educational activities are or are not EE practices. Such characteristics has throught the need for a search for an identity that would allow positioning its EE program within the territory of EE Programs, raising the need to contextualize the reality of JBMB and its educational program. This was accomplished through research on: the history of botanical gardens, the outlook of EE and the activities undertaken by the EE Program at the JBMB. The determination of identity also needed understanding of how users identify the program, and for that, the unveiling of the profile of these users and their expectations when seeking activities offered by the EE team was necessary. This was done by analyzing the records of visitation that contain information about the groups that visit the JBMB. The determination of the identity of the educational program at the JBMB presents itself as a starting point for planning and future directions of EE activities, as well as guidance for other educattors to seek for the identity of their own educational programs

Descrição

Palavras-chave

Educação ao ar livre, Educação ambiental, Jardins botanicos, Análise documentária, Análise de conteúdo (Comunicação), Outdoor education

Como citar

CARDOSO, Vinícius Sementili. O Programa de Educação Ambiental do Jardim Botânico Municipal de Bauru (Bauru-SP): a busca por uma identidade. 2013. 153 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências, 2013.