Parceria universidade e indústria: experimentos com tijolos de adobe e resíduo industrial de celulose e papel para posterior emprego em habitações populares

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2003

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introdução: No final do século XX, houve o aparecimento de novos conceitos ligados a gestão empresarial, os quais conciliam o freqüente paradoxo "geração de produtos versus equilíbrio ambiental", surgindo assim, uma maior preocupação em avaliar e gerenciar o ciclo de vida do produto industrial gerado, como também, os riscos ambientais que um determinado produto pode produzir quando descartado. As indústrias de papel e celulose são grandes geradoras de resíduos e, conseqüentemente, fontes de poluição, uma vez que os efluentes produzidos são lançados em aterros sanitários ou "in natura" em corpos d' água receptores. Embora a maioria dessas indústrias possua tratamentos que permitem o controle eficaz dos agentes poluentes, à custa de elevados investimentos, esses tratamentos não solucionam a problemática do que fazer com o resíduo final do processo de fabricação. Segundo dados publicados pela Associação Nacional dos Produtores de Papel e Celulose-BRACELPA, o estado de São Paulo ocupa a primeira posição na produção de papel, com cerca de 46,2% de participação na produção total do Brasil e, o Grupo Votorantim - VCP, no qual foram realizados análises com o resíduo ocupa a quarta posição, com cerca de 9,5 % de participação na produção brasileira. A unidade VCP - Jacareí produz 2000 t/dia de celulose branqueada de eucalipto e 270 t/dia de papel, gerando diariamente uma quantidade de resíduo próximo a 100 toneladas, cujo destino final é o aterro sanitário do município. Por outro lado, enfocando o déficit habitacional brasileiro, dados recentes do IBGE, apresentam valores em torno de 1.600.000 na área rural e 4.000.000 na área urbana, sendo que apenas 4% desta população carente possui uma renda maior que 8 salários mínimos. Objetivos: Baseado neste contexto, esta pesquisa tem como objetivo conhecer as características do resíduo sólido gerado pela indústria VCP e incorporá-lo ao solo de Bauru (predominantemente arenoso), confeccionando tijolos de adobe de diferentes traços; visando assim, minimizar os impactos ambientais negativos causados pelo seu descarte e, desenvolver tecnologias que contribuam para diminuir o déficit habitacional brasileiro. Métodos: Foram produzidos tijolos em seis diferentes traços (sem resíduo, com 10% em volume de resíduo, 20%, 30%, 40% e 50%). Seguindo normas específicas foram realizados ensaios de teor de umidade, massas específicas, retração. resistência, condutividade térmica e acústica.. Resultados: Baseado nos resultados dos diversos ensaios concluiu-se pela viabilidade de utilização do resíduo nos tijolos de adobe, em termos de manuseio, leveza e aspectos estéticos, sendo o traço 20% escolhido como traço ideal.

Descrição

Palavras-chave

Como citar