Coinoculações com bactérias promotoras do crescimento de plantas em feijoeiro para aumentar a eficiência da adubação com NPK

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-03-09

Orientador

Teixeira Filho, Marcelo Carvalho Minhoto

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia - FEIS

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Diante da hipótese que a coinoculacão com bactérias promotoras de crescimento de planta (BPCPs) potencializa os efeitos benéficos obtidos pelo uso do Rhizobium tropici, promovendo melhorias na nutrição mineral, otimizando a fixação biológica de nitrogênio e reduzindo o uso de fertilizantes no feijoeiro, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito sinérgico de Rhizobium tropici associado a Azospirillum brasilense, Bacillus subtilis e Pseudomonas fluorescens e as suas combinações, com intuito de aumentar a eficiência da adubação com NPK e obter altas produtividades de feijão de inverno irrigado, em região do Cerrado. O experimento foi conduzido em campo em dois anos, num Latossolo Vermelho Distrófico de textura argilosa em Selvíria - MS, Brasil. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com quatro repetições, dispostos em um esquema fatorial 3 x 7, sendo: 3 tipos de adubação NPK (controle – sem adubação, 50% da dose recomendada e 100% da dose recomendada, tanto para a adubação de semeadura NPK quanto para a nitrogenada de cobertura) e 7 tipos de inoculação ou coinoculação (testemunha, inoculação somente com Rhizobium tropici, R. tropici + Azospirillum brasilense, R. tropici + Bacillus subtilis, R. tropici + Pseudomonas fluorescens, R. tropici + A. brasilense + B. subtilis e R. tropici + A. brasilense + P. fluorescens). As coinoculações de BPCPs proporcionam incrementos de forma variada na massa de cem grãos, número de grãos por vagem, número de grãos por planta e produtividade de grãos, conforme a dose de NPK. Nos dois anos experimentais, a produtividade de grãos de feijão foi superior para coinoculação com: Rhizobium tropici + Azospirillum brasilense + Pseudomonas fluorescens, quando não se adubou com NPK; Rhizobium tropici + Pseudomonas fluorescens e Rhizobium tropici + Azospirillum brasilense + B. subtilis quando foi fornecido 50% da dose de NPK; e Rhizobium tropici + B. subtilis na adubação recomendada de NPK (100%), apenas em 2019. Com as coinulações com BPCPs, a adubação mineral com NPK do feijoeiro de inverno possui grande potencial de redução para 50% da dose recomendada, devido ao aumento da eficiência. Contudo, é importante que os teores de nutrientes foliares e a fertilidade do solo sejam monitorados.

Resumo (inglês)

Given the hypothesis that co-inoculation with plant growth-promoting bacteria (PGPBs) potentiates the beneficial effects obtained by the use of Rhizobium tropici, promoting improvements in plant nutrition, optimizing the biological nitrogen fixation and reducing the use of fertilizers in common bean, the objective this research was evaluate the effect of Rhizobium tropici co-inoculations with Azospirillum brasilense, Bacillus subtilis and Pseudomonas fluorescens, in order to increase fertilization efficiency and obtain high yields of winter common beans, in the Cerrado region. The experiment is being carried out in an Oxisol, located in Selvíria - MS, Brazil. The experimental design was in randomized blocks, with four replications, arranged in a 3 x 7 factorial scheme, as follows: 3 NPK fertilization (control without NPK, 50% of the recommended dose and the recommended dose for both NPK sowing fertilization and for cover nitrogen) and 7 types of inoculation or co-inoculation (control, inoculation with Rhizobium tropici only, R. tropici + Azospirillum brasilense, R. tropici + Bacillus subtilis, R. tropici + Pseudomonas fluorescens, R. tropici + A. brasilense + B. subtilis and R. tropici + A. brasilense + P. fluorescens). The leaf concentrations of N, P and K were not influenced by the co-inoculations with BPCPs due to the dilution effect caused by the greater dry matter accumulation. Co-inoculations of BPCPs provide varying increments in the mass of 100 grains, grains per pod, grains per plant and grain yield, according to the dose of NPK. In the two experimental years, the common bean grain yield was higher for coinoculation with: Rhizobium tropici + Azospirillum brasilense + Pseudomonas fluorescens, when it was not fertilized with NPK; Rhizobium tropici + Pseudomonas fluorescens and Rhizobium tropici + Azospirillum brasilense + B. subtilis when 50% of the NPK dose was provided; and Rhizobium tropici + B. subtilis in the recommended fertilization of NPK (100%), only in 2019. With co-inoculations of BPCPs, mineral fertilization with NPK of winter commom bean has great potential for reduction to 50% of the recommended dose, due to increased efficiency. However, it is important that foliar nutrient contents and soil fertility be monitored.

Descrição

Idioma

Português

Como citar