O trabalho do(a) assistente social nas organizações privadas nos setores de recursos humanos e responsabilidade social

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-01-31

Orientador

Lima, Maria José de Oliveira

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Serviço Social - FCHS

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este é um estudo que resulta da revisão quanto ao trabalho do (a) assistente social em empresas privadas, adotando, como caminho metodológico, vasta revisão bibliográfica com intuito de apurar quais são as práticas e nichos de atuação do assistente social no terceiro setor, traçando reflexão crítica desde a formação até o trabalho deste diante das visões ontológicas e capitalistas, bem como análise a partir do materialismo histórico-dialético, com abordagem qualitativa da respectiva revisão bibliográfica e teórica. Como principais resultados observou-se que a atuação do (a) assistente social nas empresas privadas é marcada por diversos antagonismos, no entanto, acredita-se ser possível direcionar seu trabalho para os interesses dos trabalhadores em paralelo aos interesses de lucratividade do capital, realizando-os por meio de estratégias articuladas ao projeto ético-político do serviço social. Considera-se também que o universo organizacional tem evoluído em suas políticas de gestão de pessoas, de responsabilidade social e desenvolvimento de modo a considerar a contribuição de diferentes profissões para que consolidem estratégias eficazes de atenção ao trabalhador. Ao que se percebe das contribuições do serviço social no contexto da gestão de pessoas, envolve práticas no âmbito dos direitos e garantias fundamentais, como saúde, educação, cultura, lazer, entre outros, o que demonstra a possibilidade de contribuição desta profissão e suas perspectivas de evolução nesta área.

Resumo (inglês)

This is a study that results from the review regarding the work of the social worker in private companies, adopting, as a methodological path, a vast bibliographic review in order to determine what are the practices and niches of the social worker in the third sector, outlining critical reflection from training to work in the face of ontological and capitalist views, as well as analysis from the historical-dialectical materialism, with a qualitative approach of the respective bibliographic and theoretical review. As main results, it was observed that the role of the social worker in private companies is marked by several antagonisms, however, it is believed that it is possible to direct their work to the interests of workers in parallel to the interests of capital profitability, performing them through strategies articulated to the ethical-political project of social service. It is also considered that the organizational universe has evolved in its people management, social responsibility and development policies in order to consider the contribution of different professions to consolidate effective strategies for worker care. From what can be seen from the contributions of social service in the context of people management, it involves practices in the context of fundamental rights and guarantees, such as health, education, culture, leisure, among others, which demonstrates the possibility of contribution of this profession and its perspectives evolution in this area.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados