Ocorrência e investigação de fatores de virulência em enteropatógenos de origem bacteriana em potros até três meses de idade, com e sem diarréia, criados no interior do Estado de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-07-30

Autores

Lucas, Thays Mizuki [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A diarreia é causa comum de morbimortalidade em potros neonatos. Os principais agentes causais de origem bacteriana na enterite em potros são: Salmonella spp., Escherichia coli, Clostridium difficile, Clostridium perfringens e Rhodococcus equi. Foram colhidas 80 amostras de fezes de potros com diarreia e 26 sem diarreia, perfazendo 106 animais com idade até três meses de idade, de diferentes raças, provenientes de propriedades do interior do estado de São Paulo. Foi investigado fatores de virulência de Escherichia coli, caracterização dos sorotipos de Salmonella spp., detecção de toxinas de Clostridium difficille e Clostridium perfringens, e perfil de sensibilidade microbiana das linhagens de E. coli e Salmonella spp. Foram isoladas 64 (60,3%) estirpes de Escherichia coli, o gene fimH em 34 (53,9%) linhagens, o gene ag43 em 33 (52,3%) estirpes e o gene papC em seis (9,5%) isolados. Foram isoladas 17 (16,0%) linhagens do gênero Salmonella. Foram identificadas 20 linhagens de Clostridium perfringens,17 positivos para toxina A e três a toxina A beta 2. Duas amostras de fezes foi isolado Clostridium difficile, produtores das toxinas A/B. Infere-se no presente estudo a complexidade etiológica na enterite de potros até três meses de idade, a baixa relação dos fatores de virulência de E. coli pesquisados com linhagens isoladas de animais com diarreia, a relevância em saúde pública dos sorotipos de Salmonella spp. identificados nos potros, o predomínio da toxina A nos isolados de C. perfringens e C. difficile, e a necessidade da adoção de tratamento das enterites com respaldo dos testes de sensibilidade microbiana
Diarrhea is a common cause of morbidity and mortality in neonatal foals. The main causative agents of bacterial of enteritis in foals are: Salmonella spp., Escherichia coli, Clostridium difficile, Clostridium perfringens and Rhodococcus equi. Were collected 80 stool samples from foals with diarrhea and 26 without diarrhea, totaling 106 animals, aged three months old, different races and from properties in the state of São Paulo. Were investigated virulence factors from E. coli, characterization of the serotypes of Salmonella spp., detection of toxins of Clostridium perfringens and Clostridium difficille, and antimicrobial susceptibility to E. coli and Salmonella spp. strains. Were isolated 64 (60.3%) E. coli strains, the detection of the fimH gene in 34 (53.9%) strains, the gene ag43 in 33 (52.3%) strains and gene papC in six (9 , 5%) isolated. We isolated 17 (16.0%) strains of Salmonella. Were identified 20 strains of Clostridium perfringens, 17 detected the toxin A and three the toxin A beta 2. Two stool specimens was isolated Clostridium difficile toxin producer A / B. It is inferred in the present study the complexity enteritis in foals up to three months, the low ratio of virulence factors of E. coli strains isolated from animals with diarrhea, the public health relevance of the serotypes of Salmonella spp. identified in foals, the prevalence of toxin A in isolates of C. perfringens and C. difficile, and the need to adopt the treatment of bacterial enteritis in foals with the backing of microbial sensitivity tests

Descrição

Palavras-chave

Diarreia em animais, Equino - Doenças - Mortalidade, Bacterias patogenicas, Virulência (Microbilologia), Diarrhea in animals

Como citar

LUCAS, Thays Mizuki. Ocorrência e investigação de fatores de virulência em enteropatógenos de origem bacteriana em potros até três meses de idade, com e sem diarréia, criados no interior do Estado de São Paulo. 2012. 89 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu, 2012.