Occurrence of feline immunodeficiency virus infection in cats

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-11-01

Autores

Lara, Valéria Maria
Taniwaki, Sueli Akemi [UNESP]
Araújo Júnior, João Pessoa [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Resumo

No Brasil, a ocorrência da infecção pelo vírus da imunodeficiência felina (FIV) já foi descrita. Neste estudo, objetivou-se investigar a freqüência da infecção pelo FIV em 454 amostras de sangue de gatos domésticos doentes e sadios, oriundos de 13 cidades do Estado de São Paulo, assim como avaliar os fatores de risco associados à infecção pelo FIV. Os resultados demonstraram que 14,7% (67/454) dos gatos estavam infectados pelo FIV. A avaliação clínica dos animais investigados mostrou que 29,2% dos animais soropositivos para FIV estavam doentes, enquanto 7,3% não apresentavam nenhuma manifestação clínica. Além disso, a vasta maioria dos animais positivos (23,1%) vivia em residências e tinha livre acesso à rua. A incidência da infecção pelo FIV foi maior nos gatos machos (20,3%) do que nas fêmeas (9,7%). Os resultados sugerem que certas características como sexo, estilo de vida e estado de saúde podem estar associadas ao risco de contrair a infecção pelo FIV na população de gatos estudada.
The occurrence of feline immunodeficiency virus (FIV) in Brazil has been previously described. This study aimed to investigate the frequency of FIV infection in 454 blood samples from healthy and sick domestic cats from 13 cities of São Paulo State, Brazil as well as to evaluate the risk factors associated with the infection. The results showed that 14.7% (67/454) of the cats were infected with FIV. The clinical evaluation showed that 29.2% of the FIV-positive animals were sick, while 7.3% did not show any type of clinical manifestation. In addition, the vast majority (23.1%) of positive cases corresponded to free-roaming owned cats. The incidence of FIV infection was higher in males (20.3%) than in females (9.7%). The results suggest that certain characteristics such as gender, health status and lifestyle may be associated with the risk of being infected with FIV in the population of cats studied.

Descrição

Palavras-chave

vírus da imunodeficiência felina, FIV, gatos, fatores de risco, feline immunodeficiency virus, epidemiology, cats, FIV, risk factors

Como citar

Ciência Rural. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 38, n. 8, p. 2245-2249, 2008.