Mecanismos de ação da própolis na modulação de danos quimicamente induzidos no DNA

Imagem de Miniatura

Data

2007-12-17

Autores

Lima, Rodrigo Otávio Alves de [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Propolis é uma mistura complexa composta de resina, extratos vegetais, cera, óleos essências (10%), pólen (5%) e outras substâncias (5%). Alguns estudos têm mostrado, no entanto, que a composição da própolis pode variar de acordo com a flora e região onde é coletada e permitido a identificação de sua origem vegetal por análise comparativa química e taxonômica testes. Esses compostos foram identificados no exsudado das folhas da Baccharis dracunculifolia e são específicos da própolis brasileira, sendo encontrado em concentrações semelhantes, demonstrando que a Baccharis ssp é a principal fonte para composição da própolis. Assim, por possuir uma complexa e altamente variável composição química (cerca de 300 compostos já foram identificados), a qual está intimamente relacionada com a ecologia da flora de cada região visitada pelas abelhas, a própolis tem sido utilizada como medicamento natural desde os tempos antigos. Estudos têm comprovado sua ação benéfica à saúde devido a sua atividade antiinflamatória, hepatoprotetora, antimicrobiana, além de propriedades antioxidantes. Além disso, o própolis é utilizada em cosméticos bem como na alimentação. Assim, o efeito terapêutico da própolis sobre algumas doenças, devido ao seu uso popular como medicamento, tem suscitado o interesse na compreensão das propriedades biológicas desta substância relacionadando-as com sua composição química. Em vista desse potencial terapêutico proeminente da própolis e o pequeno número de estudos sobre os seus mecanismos de ação, o objetivo do presente estudo foi avaliar o possível potencial antigenotóxico e antimutagênico das frações de própolis em células de ovário de hamster chinês (CHO) e células de hepatobastoma humano (HepG2) pelo ensaio cometa e teste do micronúcleo com boqueio da citocinese (CBMN). Tratamentos com a própolis...
Propolis is a complex mixture of plant resins, bee wax, essential oils and pollen. The specific chemical compounds of Brazilian propolis have allowed the identification of its plant source by comparative chemical analysis (infrared measurements) and taxonomic tests. These compounds have been identified in the exudate of Baccharis dracunculifolia leaves and are specific of Brazilian propolis, being even found at similar concentrations, demonstrating that Baccharis is the main plant source of propolis. Thus, by possessing highly complex and variable chemical composition of propolis (more than 300 components have been identified), which is intimately related to the ecology of the flora of each region visited by the bees, propolis is a natural remedy that has been used since ancient times. It is widely recommended by phytotherapists due to its anti-inflammatory, hepatoprotective, antimicrobial, and antioxidant properties. Also, propolis is used in cosmetic products and as a food constituent. Thus, the therapeutic effect of propolis on some human diseases claimed by folk medicine has raised the interest in the understanding of the biological properties of this substance related to its chemical composition. In view of the prominent therapeutic potential of propolis and the small number of studies regarding its mechanisms of action, the aim of the present investigation was to evaluate the possible antigenotoxic and antimutagenic effects of a propolis fractions on Chinese hamster ovary (CHO) cells and células de hapatobastoma humano (HepG2) by comet assay and cytokinesis-block micronucleus assay (CBMN). Treatments with propolis, at concentrations 25, 50, and 100 μg/ml, were done prior to, simultaneously and post-treatment with mutagens (direct- and indirect-acting) with different mode of action. Under these conditions, by comet assay our data clearly showed the capability of propolis compounds... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Própole - Uso terapêutico - Aspectos fisiológicos, Produtos naturais - Aspectos genéticos, Propolis

Como citar

LIMA, Rodrigo Otávio Alves de. Mecanismos de ação da própolis na modulação de danos quimicamente induzidos no DNA. 2007. 67 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2007.