Dinâmica populacional das raias-violas, Rhinobatos horkelli, Rhinobatidae percellens e Zapteryx brerostris (Chondrichthyes, Rhinobatidae) da plataforma continental de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-02-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As raias-viola (Elasmobranchii: Rhinobatiformes) são geralmente components da captura acessória da pesca multiespecífica de arrasto na região sudeste e sul do Brasil. Considerando a falta de estudos específicos sobre a estrutura etária e populacional dessas espécies há, portanto uma necessidade de pesquisas que possibilitem uma avaliação adequada da condição desses estoques. O presente avaliou a estrutura e a capacidade de crescimento populacional, dessas espécies na plataforma continental do Estado de São Paulo, utilizando para isso o estudo de idade e crescimento e a análise demográfica. Estavam disponíveis para o estudo 149 exemplares de Rhinobatos horkelli, 752 exemplares de Rhinobatos percellens e 952 exemplares de Zapteryx brevirostris. Desse total foi utilizada uma sub-amostra para realização do estudo de idade e crescimento. O melhor modelo que descreveu o crescimento das espécies foi a função do cresciemento de três parâmetros von Bertalanffy, sendo que os parâmetros estimados foram: L?=121.71, k=0.21 e t0=-1.34 para Rhinobatos horkelli (sexo agrupado); L?=106.99, k=0.17 e t0=-1.51 para Rhinobatos percellens (fêmea); L?=90.69, k=0.24 e t0=-1.36 para Rhinobatos percellens (macho); L?=60.73, k = 0.23 e t0 = -1.44 para Zapteryx brevirostris (fêmea) e L? = 57.88, k=0.26 e t0=-1.29 para Zapteryx brevirostris (macho). Através da análise de borda e do incremento marginal, sugere-se a formação de um par de banda (opaca e translúcida) por ano. A formação da banda translúcida deve ocorrrer entre o final do inverno até próximo do final da primavera. Cinco cenários foram avaliados para verificar a taxa intrínseca de crescimento populacional. De acordo com os resultados obtidos sob condições naturais e com a ausência da pesca a populacão de Rhinobatos horkelli pode aumentar cerca de 9% por ano, Rhinobatos percellens cerca de 10% ao ano e Zapteryx brevirostris 3.9% ao ano. Em um outro cenário com ...
Guitarfishes (Elamobranchii, Rhinobatiformes) are usually components of the multispecific fishery as by-catch of double-rig, pair and single bottom trawls in the southeast and south of Brazil (Martins & Schwingel, 2003). Considering the lack of life history parameters on the age and population structure studies of these species there is therefore a need for research to enable a proper assessment of the condition of these stocks. We evaluated the structure and the capacity of population growth in the State of São Paulo continental shelf, using the estimated growth and demographic parameters. Were available for this study, 149 samples of Rhinobatos horkelli, 752 samples of Rhinobatos percellens and 952 samples of Zapteryx brevirostris.A sub-sample were used for the age and growth study. The best model that describes the growth of the species was the three parameters von Bertalanffy growth function. Estimated parameters were : L?=121.71 , k =0.21, and t0 = -1.34 for Rhinobatos horkelli (grouped sex), L? = 106.99 , k = 0.17 and t0 = -1.51 for Rhinobatos percellens (female) , L? = 90.69 , k = 0:24 and t0 = -1.36 for Rhinobatos percellens (male), L? = 60.73 , k = 0.23 and t0 = - 1.44 to Zapteryx brevirostris (female) and L? = 57.88 , k = 0.26 and t0 = -1.29 for Zapteryx brevirostris (male). Centrum edge analysis and marginal increment suggests the formation of one band-pair (opaque and translucent) per year. The formation of the translucent band should occour from late winter to the end of the spring. Five scenarios were evaluated for estimated the intrinsic rate of population growth. According to the results obtained under natural mortality conditions and in the absence of fishing, population trends of Rhinobatos horkelli showed a increase about 9% per year, Rhinobatos percellens about 10% per year and Zapteryx brevirostris 3.9% per year. When were considered scenarios with the presence of fishing, all species ...

Descrição

Palavras-chave

Raia (Peixe) - Distribuição geográfica, Dinâmica populacional, Plataforma continental, Especies em extinção, São Paulo (Estado), Continental shelf

Como citar

CALTABELLOTTA, Fabio Prior. Dinâmica populacional das raias-violas, Rhinobatos horkelli, Rhinobatidae percellens e Zapteryx brerostris (Chondrichthyes, Rhinobatidae) da plataforma continental de São Paulo. 2014. 85 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências de Botucatu, 2014.