"Compreensões sobre o tempo por meio de desenhos à mão livre de crianças do primeiro ciclo do ensino fundamental" ou "Desenhos sobre o tempo para adultos que não têm tempo"

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-11-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Ao assumir o tempo como um conceito plural, esta proposta visa produzir compreensões sobre o tempo por meio de desenhos à mão livre de estudantes na escola antes que esse assunto seja tematizado curricularmente. Para isso, se guiará pela pergunta diretriz “Quais compreensões sobre o tempo podem ser produzidas a partir de desenhos à mão livre sobre o tempo realizados por crianças que frequentam salas de aula do primeiro ciclo do Ensino Fundamental?”. Como objetivos específicos, se propõe a 1) apresentar a potência do uso de desenhos realizados por crianças como instrumento metodológico para discutir questões sobre o tempo; 2) perceber o tempo das crianças no processo de suas próprias produções, na tentativa de perseguir novas possibilidades de olhar para o tempo enquanto conceito; e 3) produzir material que vise, por um lado, olhar para as marcas que o tempo gerou nestas crianças e, por outro, para as questões produzidas na pesquisadora. Como operante teórico, assume a Filosofia da Diferença. Metodologicamente, a pesquisa será realizada com crianças das diferentes salas do primeiro ciclo do Ensino Fundamental. Serão utilizados dois instrumentos metodológicos: a produção de desenhos à mão livre sobre o tempo e conversas com as crianças gravadas sobre seus desenhos. A análise de dados se dará por composição utilizando os dois instrumentos metodológicos junto a textos da literatura, materializados em textos da pesquisadora, que não visam representar ou interpretar, mas produzir efeitos de abertura do próprio conceito de tempo. Como resultados, espera-se que o material produzido por composições possa agir em uma via de mão dupla: por um lado, como potência de olhar para as marcas que o tempo gerou nestas crianças; por outro lado, como potência de tomar essas marcas como potenciais instrumentos do “fora” para produzir concepções de tempo outras.
By assuming time as a plural concept, this proposal aims to open understandings about time through freehand drawings by students at school before this subject is curricularly thematized. To do this, it will be guided by the guiding question “What understandings about time can be produced from freehand drawings about time made by children who attend primary school classrooms?” As specific objectives, it is proposed to 1) present the power of using drawings made by children as a methodological instrument to discuss issues about time; 2) perceive children's time in the process of their own productions, in an attempt to pursue new possibilities of looking at time as a concept; and 3) produce material that aims, on the one hand, to look at the marks that time has created in these children and, on the other, at the questions raised in the researcher. As a theoretical operator, it assumes the Philosophy of Difference. Methodologically, the research will be carried out with children from different classes in the first cycle of Elementary School. Two methodological instruments will be used: the production of freehand drawings about time and recorded conversations with children about their drawings. Data analysis will be carried out by composition using the two methodological instruments together with literature texts, materialized in the researcher's texts, which do not aim to represent or interpret, but to produce effects of opening up the concept of time itself. As a result, it is expected that the material produced by compositions can act in a two-way street: on the one hand, as a power to look at the marks that time has created in these children; on the other hand, as a power to take these brands as potential instruments of the “outside” to produce other conceptions of time.

Descrição

Palavras-chave

Filosofia da diferença, Arte e educação, Ensino de física, Educação, Philosophy of difference, Art and education, Physics teaching, Education

Como citar