Acidificantes em dietas de leitões desmamados:desempenho , peso de orgãos, ph, morfometria e microbiota intestinal

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-05-15

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Two experiments (E) were conducted to evaluate the effects of fumaric acid and an organic acid blend compound of calcium formate, calcium lactate and medium chain fatty acids (capric and caprylic) in piglets diets on performance and frequency of diarrhea (E 1), relative organ weight, pH, morphometry and intestinal microbiota (E 2). One hundred and ninety two (E 1) and twenty four (E 2) piglets weaned at 21 days, distributed in a randomized block design with a 2x2 factorial arrangement of treatments (absence x presence of fumaric acid and absence x presence of acidifying product), six replications of eight and one pig per pen were used, respectively, for E 1 and E 2. In E 1, lasting 41 days, the treatments were: Control – No acidifying + 40 ppm of colistin sulfate; AF – Presence of fumaric acid and absence of acidifying product; MA – Presence of acidifying product and absence of fumaric acid and AF+MA: presence of fumaric acid and acidifying product. In E 2, lasting 14 days, Pré-Starter I diet was used and assessed the same treatments of E 1. There were no treatment effects (P>.05) in performance, incidence of diarrhea, gastrointestinal pH and morphometry of the duodenum of piglets, however, the addition of organic acid blend reduced (P<.05) the relative weight of the large intestine and the addition of fumaric acid increased the relative weight of the pancreas and decreased (P<.05) the villus height of jejunum and number of total coliforms and Escherichia coli in the cecum. The inclusion of fumaric acid and the organic acid blend in the diets of weaned piglets containing antibiotic is not justified, however, fumaric acid exerts an inhibitory effect on the population of coliforms and Escherichia coli
Dois experimentos (E) foram realizados com o objetivo de avaliar os efeitos do ácido fumárico e de uma mistura de acidificantes a base de formiato de cálcio, lactato de cálcio e ácidos graxos de cadeia média (cáprico e caprílico) nas dietas de leitões, sobre o desempenho e frequência de diarreia (E 1), peso relativo de órgãos, pH, morfometria e microbiota intestinal (E 2). Foram utilizados 192 (E 1) e 24 (E 2) leitões, desmamados com idade média de 21 dias, distribuídos num delineamento experimental de blocos completamente ao acaso com arranjo fatorial 2x2 (ausência e presença de ácido fumárico x ausência e presença da mistura de acidificantes) dos tratamentos, seis repetições de oito e de um animal por parcela, respectivamente, para o E 1 e E 2. No E 1, com duração de 41 dias, os tratamentos foram: Controle: sem produto acidificante + 40ppm de colistina; AF: Presença de ácido fumárico e ausência da mistura de acidificantes; MA: Presença da mistura de acidificante e ausência do ácido fumárico e AF+MA: Presença do ácido fumárico e da mistura de acidificantes. No E 2, com duração de 14 dias, foi utilizada a dieta Pré Inicial I e avaliados os mesmos tratamentos do E 1. Não houve efeito dos tratamentos (P>0,05) no desempenho, incidência de diarreia, pH gastrintestinal e morfometria do duodeno dos leitões, porem, a adição da mistura de acidificantes reduziu (P<0,05) o peso relativo do intestino grosso e a adição do ácido fumárico aumentou o peso relativo do pâncreas e reduziu (P<0,05) a altura de vilosidade do jejuno e a contagem de coliformes totais e Escherichia coli no ceco. A inclusão de ácido fumárico e da mistura de acidificantes nas dietas de leitões desmamados contendo antibiótico melhorador de desempenho não se justifica, contudo, o ácido fumárico exerce ação inibitória sobre a população de coliformes totais e de Escherichia coli

Descrição

Palavras-chave

Suino - Nutrição, Diarreia em animais, Ácidos orgânicos, Leitão (Suino) - Desmame precoce, Diarrhea in animals

Como citar

GRECCO, Henrique Augusto Travaini. Acidificantes em dietas de leitões desmamados:desempenho , peso de orgãos, ph, morfometria e microbiota intestinal. 2014. ix, 65 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia de Botucatu, 2014.