O aluno cego no contexto da inclusão escolar: desafios no processo de ensino e de aprendizagem de matemática

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-02-15

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Nessa pesquisa apresentamos uma compreensão das condições que estão postas para a inclusão escolar do aluno com deficiência visual, observando quais poderiam ser as condições necessárias para que o aluno cego possa participar e obter sucesso no processo de ensino e de aprendizagem de Matemática. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com abordagem etnográfica, a partir de um estudo de caso duplo. Este estudo foi dividido em dois blocos, sendo que no primeiro analisamos as entrevistas realizadas com professoras e mães, destacando suas percepções em torno da escola inclusiva; no segundo, analisamos as observações realizadas no ambiente escolar, focando a inclusão escolar do aluno com deficiência visual e sua interação com o professor de Matemática. Além disso, trazemos a relação que se estabelece no ambiente escolar entre alunos cegos e videntes por meio de escrita de alunos vidente. Trouxemos uma reflexão sobre o uso da dêixis e a Matemática falada que pode levar a um ambiente desfavorável para a aprendizagem matemática dos alunos cegos. Ressaltamos que quando o processo de ensino e de aprendizado (de Matemática) é adaptado, ao aluno cego permite potencializar suas experiências e aprendizados, e a formação inicial e continuada do professor tem influência direta nesse processo. Por fim, com o desenvolvimento dessa pesquisa corroboramos as pesquisas em Educação Matemática Inclusiva, trazendo novos elementos para a discussão acerca do ensino e aprendizado de Matemática para alunos com deficiência visual.
In this research, it is presented an understanding of the conditions that are settled to the school inclusion of visually impaired students, observing the necessary conditions for the blind one to be able to participate and succeed in the teaching and learning process of Mathematics. This is a qualitative research of ethnographic approach, from a double case study. This study was divided into two parts: in the first one, the interviews with teachers and mothers were analyzed, highlighting their perceptions about the inclusive school; in the second, the observations made in the school environment were analyzed, focusing on the school inclusion of visually impaired students and their interaction with the Mathematics teacher. In addition, the relationship established in the school environment between blind students and sighted ones through the writing of sighted students is brought to study. It was also brought a reflection on the use of deixis and Spoken Mathematics which may lead to an unfavorable environment for learning mathematics of blind students. It is pointed out that when the teaching and learning process (of Mathematics) is adapted to the blind pupil, it allows to enhance their experiences and learning, and the initial and continuing teacher education has direct influence on this process. In summary, this research contributed to corroborate the researches in inclusive education in Mathematics, bringing new elements to the discussion about teaching and learning Mathematics for visually impaired students.

Descrição

Palavras-chave

Educação Matemática inclusiva, Deficiência visual, Tecnologia assistiva, Inclusive education in Mathematics, Visual impairment, Assistive technology

Como citar